blog facebook WhatsApp
Central de marcação: 71 3622-7555
Saúde em Foco

Cardiologia: por que a saúde do coração é tão importante?

quinta, 22 de abril de 2021

Cardiologia é a especialidade médica que trata das doenças relacionadas ao coração. Assim, o médico cardiologista é o responsável pelo acompanhamento do paciente, através do diagnóstico que combina análise clínica e solicitação de exames.

Nos dias atuais, onde as taxas de sedentarismo e obesidade têm crescido significativamente, a cardiologia atua não somente no tratamento de doenças cardíacas, mas principalmente, na prevenção delas.

Isso faz com que essa especialidade se torne essencial para a manutenção da saúde do corpo como um todo, uma vez que o coração é um órgão vital e influencia o funcionamento de várias partes do organismo.

Principais doenças tratadas pela cardiologia

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), aponta que as doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no país e representam mais de 30% dos óbitos registrados. Somente no ano de 2019, mais de 400 mil pessoas faleceram em decorrência de doenças do coração e de problemas circulatórios.

Infelizmente, muitos desses casos poderiam ter sido melhor tratados ou até mesmo evitados com prevenção e cuidados adequados.

Entre as doenças cardíacas mais comuns que a cardiologia trata, podemos citar

Hipertensão

A hipertensão está entre as doenças mais comuns tratadas pela cardiologia. Seu tratamento é de suma importância, uma vez que ela pode desencadear diversas consequências para a saúde. Suas causas podem ser genéticas, mas há fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da doença, como sedentarismo, obesidade, consumo em excesso de álcool, alimentos processados e sal, entre outros.

Arritmia cardíaca

A arritmia consiste num batimento cardíaco irregular e acelerado, que causa desconforto. Pode ser desencadeada por esforço intenso, ansiedade, situações de estresse, e também por problemas de anemia e alterações na tireoide. A cafeína em excesso e o uso de certos medicamentos também podem levar ao problema.

Infarto

Outra doença bastante comum que necessita de cuidados de um cardiologista está relacionada ao infarto agudo do miocárdio. Ele ocorre quando há um bloqueio de fluxo de sangue no coração por um tempo muito longo, que acaba danificando o músculo cardíaco.

Lembrando que o infarto está geralmente ligado a outra doença, a aterosclerose, que consiste no estreitamento e endurecimento das artérias do coração.

Como pode ser fatal, é imprescindível que, aos primeiros sinais, um atendimento de emergência deva ser solicitado.

Aterosclerose

Doença do coração que exige acompanhamento da cardiologia, a aterosclerose é conhecida como “endurecimento das artérias”. Costuma estar associada ao envelhecimento, mas bloqueios causados por colesterol alto e acúmulo de placas de gordura também podem causar o problema. Os principais fatores de risco incluem obesidade, sedentarismo, tabagismo e estresse.

Angina

Uma forte dor no peito provocada por isquemia (falta de oxigenação) é como se caracteriza angina. O problema pode aparecer quando o coração é submetido a esforço extremo. Os sintomas mais comuns são cansaço, falta de ar e arritmia. A angina merece total atenção, pois mostra predisposição do indivíduo a um ataque cardíaco.

Insuficiência cardíaca

Quando o coração perde a capacidade de bombear o sangue para o resto do corpo de forma normal, ocorre a insuficiência cardíaca. Pode afetar um ou dois lados do coração, tornando-se crônica.

Entre os sintomas mais comuns estão a fadiga, mesmo em repouso, inchaço de pernas e braços, ganho de peso, arritmia e palpitações. Contudo, é preciso estar alerta, pois pode ocorrer de uma pessoa com insuficiência cardíaca não apresentar sintomas.

Cardiomiopatia

O chamado "coração grande" trata-se da cardiomiopatia, que ocorre quando há uma inflamação no coração, que aumenta de tamanho. Consequentemente a esse aumento, há um estiramento do tecido cardíaco, que faz com que o coração perca força e pare de bombear o sangue na intensidade adequada, podendo levar a um ataque cardíaco.

Quando é hora de procurar um cardiologista?

A maioria das doenças cardíacas podem ser evitadas com hábitos de vida saudáveis e consultas de check-up a partir dos 35 anos de idade. Além disso, ao fazer acompanhamento de prevenção, o tratamento precoce evita o agravamento do quadro.

Contudo, histórico familiar e predisposição genética devem fazer com que a pessoa procure um cardiologista com maior antecedência.

Por isso, é fundamental estar atento aos principais sintomas, que são

  • - cansaço frequente, mesmo em repouso;
  • - pernas e pés inchados ao fim do dia;
  • - falta de ar com pequenos esforços, ou mesmo em repouso;
  • - dores no peito recorrentes, ou ainda em situações de tensão;
  • - batimentos cardíacos acelerados ou muito lentos;
  • - palpitações;
  • - desmaios;
  • - palidez.

Com a realização de exames de laboratório e imagem, é possível identificar facilmente a presença da maioria das doenças do coração. A cardiologia tem evoluído significativamente na área diagnóstica e nos tratamentos oferecidos.

Por isso, o cardiologista é um profissional de saúde de suma importância, pois os problemas relacionados ao coração podem comprometer o funcionamento de outros órgãos, afetam a saúde em geral.

O que é endoscopia e quais indicações do exame?

segunda, 12 de abril de 2021

Endoscopia digestiva alta ou simplesmente endoscopia é um exame indicado para o diagnóstico de diversas doenças, principalmente aquelas relacionadas ao sistema digestivo. Trata-se de um procedimento relativamente simples e rápido, que pode durar entre 5 e 20 minutos conforme a complexidade do caso.

Embora muitos pacientes tenham um certo receio, por conta da necessidade de sedação, a endoscopia é extremamente segura e necessária para analisar a mucosa de partes como estômago, esôfago e duodeno.

Geralmente, o encaminhamento para o exame é dado pelo gastroenterologista, especialmente quando há queixas por parte do paciente de dores na região do estômago e do intestino delgado.

Como é feita a endoscopia?

O exame de endoscopia é realizado por meio de um tubo flexível chamado endoscópio, que possui uma micro câmera por onde são captadas as imagens do sistema digestivo.

Antes de iniciar o procedimento, o paciente é anestesiado com sedativos intravenosos. Isso é necessário por conta das náuseas que podem ser causadas, atrapalhando o andamento do exame. 

Assim, o endoscópio é introduzido via oral, passando pelo esôfago e estômago, até o duodeno. As imagens capturadas são transmitidas para o aparelho de monitoramento em tempo real. Desse modo, algumas lesões podem, inclusive, ser tratadas na hora. Isso dispensa a necessidade de uma cirurgia futura.

Além disso, a endoscopia também serve para a realização de biópsias, onde a investigação do problema é feita posteriormente no laboratório.

É importante saber que para a realização do exame, o paciente deve manter uma dieta leve no dia anterior ao procedimento. Para realizar o exame, é necessário fazer uma dieta leve e não consumir alimentos difíceis de digerir, como carne vermelha.

Também é preciso que o estômago esteja totalmente vazio, para possibilitar uma visão completa dos órgãos. Para isso, deve ser feito jejum absoluto por, no mínimo, oito horas antes do exame.

Doenças que podem ser diagnosticadas

Quando uma endoscopia é solicitada, sua indicação serve para diagnosticar diversas doenças como

  • - gastrite;
  • - presença de tumores;
  • - esofagite;
  • - hérnia de hiato;
  • - presença de sangramentos;
  • - câncer de estômago em fase inicial.

Geralmente, o gastroenterologista solicita o exame quando o paciente relata os seguintes sintomas

  • - sensação de queimação no estômago;
  • - vômitos ou náuseas frequentes;
  • - vômito com sangue;
  • - refluxo;
  • - presença de fezes escuras;
  • - dores na parte superior do abdômen;
  • - anorexia ou perda de peso sem motivo aparente.

Lembrando que os sintomas não precisam aparecer ao mesmo tempo para que a endoscopia seja solicitada. Porém, o médico é quem saberá qual o caminho para o melhor diagnóstico e tratamento necessário.

Importância do diagnóstico precoce

Uma vez que a endoscopia é indicada para verificar a presença de tumores e outras doenças graves do sistema digestivo, vale ressaltar sua importância para um diagnóstico precoce.

Dessa forma, ao identificar um problema em fase inicial, o tratamento tende a ser muito mais satisfatório, com maiores chances de cura e recuperação.

Segurança e confiabilidade do procedimento

É bastante comum entre as pessoas terem receio com a possibilidade de passar por uma endoscopia. Durante muito tempo, as cânulas usadas para o exame eram desconfortáveis, mas atualmente a tecnologia já fez com que o procedimento evoluísse significativamente.

As cânulas utilizadas hoje são finíssimas e a sedação evita qualquer tipo de desconforto. Além disso, a anestesia aplicada é leve, durando somente o tempo necessário para a realização do procedimento.

Portanto, é possível afirmar que a endoscopia é um exame bastante seguro. Antes de inserir a cânula, um protetor de boca é colocado no paciente para evitar que o endoscópio seja mordido. Além disso, a oxigenação e a frequência cardíaca do paciente são monitoradas a todo tempo.

No entanto, é necessário que o paciente esteja acompanhado de um adulto no dia do exame. Devido à sedação, a sonolência logo após o efeito da anestesia passar pode causar alguma dificuldade de locomoção. Porém esta é uma sensação normal, e não deve ser vista como um fator dificultador para a realização da endoscopia.

Psicologia: conheça suas áreas de atuação.

quinta, 11 de março de 2021

A psicologia é uma área que se dedica ao estudo do comportamento humano. É uma ciência que busca compreender os processos mentais e as interações humanas em contraste com o espaço social. Pode ser aplicada de diversos modos e em distintos ambientes, como no campo social, educacional e trabalhista.

Uma das possibilidades da psicologia é aquela também desenvolve o atendimento em ambientes escolares. Desse modo, ela auxilia estudantes a se relacionar melhor com o espaço coletivo e a refletir sobre qual caminho profissional seguir.

Já a psicologia voltada à orientação profissional costuma beneficiar aqueles que têm dúvidas sobre a carreira, por meio do diálogo que destaque suas habilidades e interesses pessoais. É também uma área de atuação da psicologia que pode auxiliar pessoas em transição de carreira e objetivam novos horizontes profissionais.

Também é comum a atuação da psicologia no estímulo à relação entre as condições psicológicas das pessoas e o trabalho que executam. Ela pode ser empregada na avaliação profissional para processos de seleção e contratação. Mas, também é aplicada para garantir melhores condições laborais que permitam o bem-estar do trabalhador.

O que é psicologia clínica e como ela atua?

Nesse universo de abrangência, a psicologia clínica diz respeito ao estudo de transtornos mentais ou de como questões emocionais incidem sobre outras doenças. O seu objetivo é encontrar soluções que estejam alicerçadas no bem-estar humano e no seu desenvolvimento mental e social.

A área também aponta algumas diferenciações quanto ao atendimento de grupos e indivíduos. O aconselhamento terapêutico e a psicoterapia, por exemplo, são processos semelhantes e que muitas vezes se completam.

Porém, existem algumas diferenças, como a brevidade do aconselhamento terapêutico em detrimento da profundidade a que a psicoterapia se reserva. O aconselhamento, em geral, está relacionado mais à prevenção do que ao tratamento, enquanto a psicoterapia se dedica a uma escuta mais reflexiva e mais integral.

A psicoterapia é um processo voltado para a escuta do indivíduo, mas também pode ser realizada em grupos. Seu objetivo é construir formas de lidar com as emoções ou mesmo com o estresse a que estamos submetidos, seja no ambiente de trabalho, familiar ou em qualquer situação encontrada no cotidiano.

Como a psicologia clínica pode auxiliar na superação de transtornos mentais e outras dificuldades emocionais?

No Brasil, uma em cada três pessoas já apresentaram sinais de algum transtorno mental. Os mais comuns, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), são a depressão e o Transtorno de Ansiedade (TAG). A informação demonstra a importância da psicologia clínica, indicada não apenas a quem sofre de algum transtorno mental, mas para todas as pessoas que buscam conhecer melhor a si mesmas.

Nesse sentido, a psicologia clínica pode auxiliar na travessia de momentos difíceis, como luto, separações ou mudanças bruscas, que levam ao surgimento do Transtorno do estresse pós-traumático, por exemplo.

Também é uma prática sugerida para que o indivíduo desenvolva relações mais saudáveis em seu convívio. Em geral, ela se desenvolve no diálogo e na escuta entre o consulente e o psicoterapeuta ao longo de sessões.

Essa abordagem contribui para o cuidado com a saúde mental, especialmente em casos como a Síndrome do Impostor, que pode atrapalhar as relações profissionais. Também no tratamento de transtornos alimentares, como bulimia e anorexia, é fundamental ter um acompanhamento psicoterapêutico.

Muitas vezes, tais doenças e síndromes são banalizadas, prejudicando a saúde física e o convívio social do indivíduo. Por isso, ter atenção com a saúde mental está diretamente relacionado com o autocuidado e a prevenção de outras doenças graves.

Importância da psicologia clínica no atual contexto mundial

A crise sanitária enfrentada por conta da pandemia de Covid-19 tem afetado a vida das pessoas drasticamente. É natural que nossas preocupações aumentem. As mudanças bruscas no convívio, as alterações no ambiente de trabalho e o isolamento social podem abalar nossa saúde mental, provocando mudanças de humor, estresse, ansiedade ou depressão.

Por isso, é importante olhar para si mesmo e para a saúde do seu corpo de forma integral, considerando fatores físico, mentais e emocionais. Perceber as mudanças no próprio comportamento, estar aberto ao diálogo e procurar ajuda profissional são iniciativas que podem fortalecer todas as pessoas nesse momento de dificuldade coletiva.

Buscar auxílio psicológico é um exercício de maturidade e de conhecimento de nossos próprios limites. Desvendar nossas dificuldades e conversar sobre elas é um caminho inteligente para uma melhor qualidade de vida e um convívio mais harmônico com ambiente que nos cerca.

O cuidado com a saúde mental é uma parte importante para a saúde integral do ser humano. A psicologia clínica pode ajudar você a melhorar sua qualidade de vida!

Importância dos exames de laboratório nos cuidados com a saúde.

segunda, 01 de março de 2021

As decisões e diagnósticos médicos costumam ser definidos, em até 80% dos casos, através de exames de laboratório. Imagine que nosso corpo é um carro que precisa de revisões periódicas. Assim, vez ou outra é preciso procurar um mecânico que fará uma análise do que pode ou não estar funcionando corretamente, certo?

Da mesma forma, quando vamos ao médico, ele nos questiona sobre possíveis problemas, examina e solicita uma série de exames de laboratório, pois assim é possível verificar com mais exatidão como nossa "máquina" está se comportando.

Como são feitos de maneira rápida e fácil, esse tipo de exame auxilia na prevenção de doenças ou no agravamento delas. Principalmente aquelas que são mais silenciosas e não apresentam sintomas claros.

Por esse motivo, as consultas de rotina são tão importantes, ainda mais quando são complementadas com uma bateria de exames. Sobretudo porque a medicina preventiva é fundamental para a manutenção da saúde.

Confira a seguir quais os principais exames de laboratório e para qual finalidade são solicitados

Quais os exames de laboratório mais requisitados e por que são importantes?

Entre os exames de laboratório mais comuns e solicitados numa consulta de rotina estão os que utilizam o sangue, a urina e as fezes para verificar taxas de colesterol, glicose, presença de parasitas, etc. Veja a listas dos exames principais dentro da medicina preventiva

Hemograma

É o exame inicial para verificar a presença de anemia e infecções. Em pacientes com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e problemas renais, deve ser feito anualmente.

Parasitológico de fezes

Este exame permite identificar a presença de parasitas intestinais através de uma avaliação macro e microscópica das fezes. Ele auxilia no diagnóstico de doenças causadas por parasitas e é indicado a partir de sintomas como dor abdominal, perda de peso sem causa aparente e falta de apetite.

Sumário de urina

É um dos exames de laboratório mais solicitados e faz parte do check-up de pacientes de todas as idades. Assim, o exame de urina não serve apenas para identificar uma infecção urinária, mas também pode fornecer dados suficientes que levam ao diagnóstico de diversas doenças, como o diabetes, por exemplo.

Colesterol e glicemia

São exames feitos a partir de amostra de sangue, que indicam se as taxas do chamado colesterol "ruim" estão elevadas, o que pode vir a a entupir os vasos sanguíneos. Portanto, é um exame de rotina que deve ser feito com frequência, especialmente em pacientes adultos ou que já apresentam predisposição.

Já o exame de glicemia, que também é feito a partir do sangue, é indicado para verificar a presença do diabetes (glicose alta), que é uma doença que pode ser bastante silenciosa e demorar a apresentar sintomas. Mas também serve para verificar se as taxas de glicose estão baixas, indicando hipoglicemia.

Triglicerídeos

Os triglicerídeos são uma espécie de gordura e uma importante fonte de energia. O exame serve para medir a quantidade de triglicerídeos no sangue, uma vez que as taxas muito altas podem significar um risco de pancreatite e de doença cardíaca. Este é um dos principais exames de laboratório, pois o tratamento para diminuir os triglicerídeos deve ser iniciado o mais cedo possível.

Ureia e Creatinina

Os exames de laboratório que medem as taxas de ureia e creatinina são indicados para avaliar o bom funcionamento dos rins. Afinal, as disfunções nesse órgão podem  comprometer significativamente a saúde do paciente, e isso torna esses exames altamente importantes para a medicina preventiva.

TSH, TGP e TGO

O exame TSH, feito a partir do sangue, serve para verificar possíveis disfunções na glândula tireóide (hipotireoidismo ou hipertireoidismo). Já o TGP e o TGO são indicados para avaliar o fígado, indicando a presença de hepatites, cirrose e outras anomalias.

Segurança e confiabilidade das análises clínicas

Todos os processos que envolvem a realização de exames de laboratório são feitos a partir de três fases: pré-analítica, analítica e pós-analítica. Cada uma possui um alto rigor, desde a coleta do material, até a emissão do laudo.

Por isso, o nível de segurança dos exames de laboratório é capaz de gerar confiabilidade no trabalho de análises clínicas. Sobretudo por conta dos avanços tecnológicos, que têm garantido mais precisão e agilidade nos resultados.

No Laboratório Santa Helena é possível realizar todos esses exames e muitos outros, com uma estrutura completa e moderna, que garante a entrega rápida do resultado, com excelência nos processos de análises clínicas e toxicológicas.

Cirurgia vascular: para que serve e o que trata?

quinta, 11 de fevereiro de 2021

A especialidade de cirurgia vascular é direcionada ao tratamento dos vasos sanguíneos (artérias, veias e sistema linfático). Podemos explicar o sistema vascular e circulatório do corpo humano comparando com as vias de uma cidade – como se as veias fossem ruas e as artérias, avenidas.

Pensando a partir dessa comparação, é fácil compreender que, caso haja qualquer obstrução, o "trânsito" fluirá mal e poderá, até mesmo, ser interrompido.

Portanto, a cirurgia vascular é responsável por cuidar do sistema circulatório e de tudo que o envolve. Isso inclui o tratamento de doenças como aneurisma de aorta e aterosclerose. Contudo, é importante lembrar que os cuidados envolvendo coração são tratados por cardiologista e o cérebro é tratado por neurologistas.

Todavia, é bastante comum que esses especialistas atuem em conjunto com o cirurgião vascular em alguns casos específicos.

Quais os métodos da cirurgia vascular?

A cirurgia vascular mais comum é feita através de uma intervenção cirúrgica tradicional. Contudo, já existem novas técnicas que podem ser indicadas conforme a doença a ser tratada. Entre as novas abordagens da  cirurgia vascular estão

  • - Laser
  • - Radiofrequência
  • - Escleroterapia com espuma

O tratamento de varizes ou pequenas obstruções, por exemplo, é feito através de pequenas incisões na pele. Através delas, o cirurgião extrai a artéria que apresenta problemas.

Nos casos de maior complexidade, onde o problema está em veias mais profundas, como as safenas, são necessárias incisões maiores para acessar o local da obstrução ou remover a artéria.

Para quais tratamentos a cirurgia vascular é indicada?

Uma vez que o corpo humano é totalmente preenchido por veias e artérias e que o sistema linfático desempenha um papel vital no organismo, existem diversas doenças que acometem essas áreas, e por isso a cirurgia vascular é uma especialidade tão importante.

Veja a seguir quais as doenças que requerem tratamento através da cirurgia vascular

Varizes

As varizes estão entre as doenças vasculares mais comuns. Costumam ser uma condição hereditária, mas alguns fatores como sedentarismo, gravidez e obesidade podem agravar o quadro. Sua presença é incômoda e tende a causar dor, queimação e inchaço local.

A cirurgia vascular é a especialidade indicada para tratamento dessa condição, sendo esse o procedimento mais realizado na área. As intervenções visam recuperar a estrutura das paredes das veias das pernas e diminuir a dilatação anormal.

Aneurisma

Os aneurismas são uma espécie de dilatação arterial, geralmente causada por doenças vasculares, traumas ou enfraquecimento da parede do vaso sanguíneo. Podem ser cerebrais, da aorta abdominal e da aorta torácica.

Dentro da cirurgia vascular, essa é uma das doenças consideradas de maior risco e urgência. Isso se dá porque a ruptura de um aneurisma pode ser fatal e levar o paciente à morte em pouco tempo.

Trombose

A trombose ocorre quando há a coagulação do sangue dentro das veias, causando a obstrução do vaso. Esses casos são considerados graves, e podem levar à perda de um membro (amputação) ou causar embolia pulmonar caso um dos coágulos se desprenda e chegue ao pulmão. Por isso, a cirurgia vascular é recomendada para tratar dessas obstruções e melhorar o fluxo sanguíneo junto com o processo de coagulação.

Aterosclerose

Chama-se aterosclerose o acúmulo de gordura nas paredes das artérias, causando interferência na circulação sanguínea. Nesse tipo de obstrução, há um estreitamento do vaso, que afeta a irrigação dos órgãos. A aterosclerose é considerada uma condição grave, pois pode provocar a ocorrência de infarto e AVC (derrame cerebral).

Quando é hora de procurar um cirurgião vascular?

O cirurgião vascular é o profissional especialista nos tratamentos que mencionamos anteriormente. Muitas vezes, o paciente procura outro especialista antes de recorrer ao cirurgião vascular, e posteriormente acaba sendo encaminhado pelo médico que lhe atendeu inicialmente. Esse costuma ser o caso de pessoas com problemas cardiovasculares, com risco ou ocorrência de AVC ou infarto, entre outros.

Mas como saber quando é a hora de procurar diretamente um cirurgião vascular? Bem, existem algumas condições que demonstram essa necessidade. A presença de varizes é uma delas. Ao sentir dores e inchaço nas pernas, é importante não esperar o problema se agravar.

Pessoas que se enquadram numa categoria considerada de risco, como diabéticos, hipertensos, fumantes e obesos também são fortes candidatos a se tornarem pacientes do cirurgião vascular. Mesmo que ainda não tenham apresentado sinais claros de problema circulatório, é bastante recomendado realizar consultas de rotina como forma de prevenção.

Clínica da dor: conheça os procedimentos minimamente invasivos para tratamento.

segunda, 01 de fevereiro de 2021

A clínica da dor é uma especialidade que trata dores crônicas. Através de técnicas específicas e procedimentos minimamente invasivos, o tratamento da dor pode ser realizado de modo que o paciente obtenha resultados satisfatórios e mais qualidade de vida.

Geralmente, a abordagem utilizada pela clínica da dor é multidisciplinar. Ou seja, envolve profissionais de diferentes áreas e também outras especialidades médicas, sejam elas relacionadas ao tipo de diagnóstico, região do corpo ou tratamento. Por isso, essa especialidade também é conhecida como gerenciamento das dores clínicas.

O diferencial dos tratamentos realizados através da clínica da  dor é que eles são focados na pessoa e não apenas na dor em si. Isso é fundamental para traçar o histórico do paciente e entender quais mecanismos levam ao problema, para tratar a causa e não somente o efeito.

O diferencial dos tratamentos realizados através da clínica da  dor é que eles são focados na pessoa e não apenas na dor em si. Isso é fundamental para traçar o histórico do paciente e entender quais mecanismos levam ao problema, para tratar a causa e não somente o efeito.

Desse modo, a maioria dos tratamentos envolve uma equipe de cuidados em saúde capaz de elaborar uma série de estratégias capaz de gerir a dor e melhorar as condições de vida do indivíduo.

Principais tipos de dor

Apesar de incômoda, a dor é uma sensação natural e que serve de alerta para algo que não vai bem. Ela pode surgir em qualquer parte do corpo e ser proveniente de diversas causas. Porém, quando se torna frequente, a dor passa a ser considerada crônica. 

E se antes já merecia atenção, a partir do instante em que se torna o problema, juntamente com a causa, deve receber um cuidado ainda maior.

De modo geral, a dor pode ser classificada da seguinte forma

Dor somática ou nociceptiva

A dor somática costuma surgir a partir de uma lesão ou inflamação nos tecidos de pele. Sua causa pode ser uma fratura, pancada, entorse, cortes, queimaduras, infecção, contratura muscular ou tendinite (inflamação dos tendões). É o tipo de dor que desaparece conforme sua causa é tratada e não se prolonga.

Dor neuropática

A dor neuropática é considerada uma dor crônica e surge, geralmente, como a sensação de queimação, agulhadas ou formigamento. Este é um tipo de dor que ocorre em decorrência de uma disfunção no sistema nervoso, que pode ocorrer no cérebro, na medula ou nos nervos periféricos.

Sua ocorrência é variada e pode surgir no pós-AVC, por causa do estreitamento do canal medular, devido à síndrome do túnel do carpo ou através de uma neuropatia infecciosa, genética ou causada por substâncias tóxicas.

Dor mista ou inespecífica

A dor inespecífica é formada por elementos presentes nos dois tipos de dor citadas acima, ou mesmo por uma causa desconhecida. Como exemplo desse tipo de dor, temos as dores de cabeça, vasculites, hérnia de disco e até mesmo o câncer.

O que a clínica da dor pode tratar?

Enquanto a dor aguda pode ser considerada um alerta para um problema de saúde específico, a dor crônica já não apresenta essa função. Portanto, a especialidade de clínica da dor é capaz de tratar dores crônicas oriundas de problemas variados. Entre os principais causadores de dor de longa duração estão

  • - enxaqueca;
  • - fibromialgia;
  • - problemas de coluna;
  • - lesões;
  • - artrite;
  • - tensão muscular.

Todos esses problemas são os motivos mais comuns que levam as pessoas a procurar um tratamento da dor especializado. E de fato, são questões que merecem bastante atenção, pois podem incapacitar o indivíduo para realizar até as tarefas mais simples do dia a dia.

Procedimentos minimamente invasivos para tratamento da dor

Os procedimentos minimamente invasivos ou cirurgias minimamente invasivas são uma espécie de intervenção cirúrgica que apresenta um dano mínimo à integridade física do paciente. Diferente das cirurgias tradicionais com grandes cortes, que deixam tecidos e órgãos expostos, esse tipo de intervenção é feita através de pequenas incisões.

Como existem dores crônicas decorrentes de motivos diversos, também há um tratamento da dor específico conforme a causa. Em alguns casos de dores nas costas, por exemplo, existem procedimentos minimamente invasivos capazes de solucionar por completo o problema.

Um deles é a Radiculotomia ou Rizotomia percutânea, realizada através de radiofrequência, é um procedimento minimamente invasivo indicado para tratar a dor crônica relacionada com problemas na coluna vertebral.

É um método bastante seguro e eficaz, utilizado para controlar as seguintes dores: lombalgia, cervicalgia e dorsalgia. Esses são problemas bastante comuns, mas que causam grande limitação das atividades cotidianas.

Outros tratamentos considerados intervenções minimamente invasivas são

Endoscopia de coluna

Geralmente indicada para tratamento da dor causada por hérnia de disco, e também outros problemas relacionados à compressão dos nervos da coluna. Nesse tipo de procedimento minimamente invasivo, é feita uma incisão na coluna de aproximadamente um centímetro, onde uma câmera de alta resolução é introduzida através de uma cânula.

A anestesia é local e o paciente fica acordado durante todo o tempo, inclusive podendo participar do processo informando sobre a localização mais precisa da dor.

Bloqueio de dor

Também conhecido como infiltração na coluna, esse procedimento é feito com agulhas que injetam anestésicos e anti-inflamatórios diretamente na região da dor. Também é realizado em um centro cirúrgico, com anestesia local.

Nesse tratamento, o cirurgião localiza o ponto de dor e posiciona as agulhas a partir de um raio-x instantâneo e da injeção de contraste. Em alguns casos o paciente pode receber uma leve sedação para facilitar o procedimento.

Benefícios do tratamento da dor com procedimentos minimamente invasivos

Antes de procurar um tratamento cirúrgico convencional, é importante que o paciente conheça alternativas que podem trazer igual resultado com menores consequências. Por isso, os procedimentos minimamente invasivos são considerados a melhor opção para o tratamento da dor crônica, na grande maioria dos casos.

Esse tipo de intervenção oferece menor chance de o paciente contrair infecções no corte ou outras complicações às quais uma cirurgia maior está suscetível. Outra vantagem é ausência de anestesia geral, que pode ser um risco para pacientes com problemas cardíacos e pulmonares, por exemplo.

Outro fator relevante é que um procedimento menos invasivo não causa lesões na musculatura ou articulações, levando a uma recuperação muito mais rápida. Sem contar o tempo de duração, onde o paciente sequer precisa ficar internado, podendo receber alta no mesmo dia.

Se você procura um tratamento da dor especializado, entre em contato com o Grupo SH Brasil e agende uma consulta na Clínica da Dor!

Serviço Especializado de Curativos Santa Helena

quarta, 20 de janeiro de 2021

No dia a dia, todos nós estamos suscetíveis a acidentes de menor ou maior proporção. Nessa hora, é comum que não se dê a devida atenção ao tratamento de feridas e lesões ocasionadas por cortes, tombos, batidas, quedas etc.

Contudo, é fundamental que machucados de qualquer tipo sejam cuidadosamente tratados, sob risco de se contrair infecções ou, até mesmo, agravar outras doenças pré-existentes.

Por exemplo, pessoas diabéticas precisam ter cuidado redobrado com ferimentos, devido à dificuldade de cicatrização. Para essas pessoas – mas não só para elas – o tratamento de feridas e lesões precisa ser feito por profissionais.

Curativo especializado para tratamento de feridas e lesões

Quando um paciente apresenta um ferimento, a avaliação especializada é fundamental. Lesões de origem diferentes merecem cuidados e curativos diferentes. É muito importante o acompanhamento especializado para diferenciar as lesões que vão cicatrizar normalmente daquelas que tem risco de vira uma ferida crônica. Não é raro, que pacientes menosprezem os cuidados com os ferimentos e sigam as orientações leigas, às vezes do amigo ou do vizinho, ou as receitas antigas dos nossos avós, e utilizem diversos produtos nos ferimentos que ao invés de ajudar, pioram a cicatrização. Por vezes, chegam ao Serviços de Curativos com meses ou anos de uma ferida que não cicatriza. 

Os curativos especializados são compostos de coberturas modernas e inovadoras, garantindo o tratamento adequado, com menos dor e maior rapidez na cicatrização, sendo escolhidos de acordo com o tipo de lesão e gravidade do ferimento.

Dessa forma, mesmo quando se trata de um ferimento aparentemente simples, o curativo especializado alivia a dor, agiliza a cicatrização e evita que a lesão seja atacada por bactérias e fungos, que podem levar a sérias consequências.

Características de um curativo adequado

A definição de qual o curativo é o mais adequado para cada tipo de ferimento depende da avaliação de uma equipe experiente e capacitada, pois a melhor forma de tratar uma ferida é descobrindo e tratando as causas que dificultam a sua cicatrização. Equipes de Cirurgia Vascular, Cirurgia Plástica, Cirurgia Geral e claro uma Equipe de Enfermagem especializada em feridas são os mais aptos a identificar os diversos tipos de ferimentos e definir as melhores coberturas a serem utilizadas.

Quando um curativo é feito da forma adequada por um profissional de saúde, ele ajuda a acelerar a cicatrização, e também evita infecções que podem levar a danos irreversíveis. Por isso, o curativo adequado, ideal para tratamento de feridas e lesões de qualquer tipo, é aquele que possui as seguintes características

  • - mantém a umidade no leito da ferida;
  • - mantém a temperatura no leito da ferida em torno de 37ºC;
  • - previne infecções por ser impermeável a bactérias;
  • - deve permitir uma remoção indolor e sem causar traumas no tecido;
  • - não deve deixar nenhum tipo de resíduo no leito da ferida;
  • - torna limitada a movimentação dos tecidos ao redor da lesão;
  • - protege contra traumas mecânicos.

Não devemos esquecer que muitos ferimentos não cicatrizam porque doenças associadas, como Diabetes, doenças circulatórias (varizes, tromboses), doenças do sangue (falcemia), infecções impedem a sua cicatrização. Por isso a avaliação do especialista é fundamental.

Serviço de curativos do Santa Helena Unidade Meddi

A unidade Meddi em Camaçari possui um serviço especializado de curativos para tratamento de feridas e lesões. Sob os cuidados da equipe de Cirurgia Vascular e de Enfermagem especializada em curativos são oferecidos tratamentos modernos e eficazes com foco na rápida recuperação dos pacientes e na melhora da sua qualidade de vida.

Com uma equipe de profissionais dedicada ao cuidado humanizado do paciente, a unidade Camaçari Meddi realiza os seguintes procedimentos

  • - acompanhamento com foco na evolução clínica da ferida;
  • - curativos para ferimentos de baixa complexidade;
  • - tratamentos para feridas pós cirúrgicas e cirúrgicas;
  • - curativo especializado para queimaduras, lesões traumáticas, venosas e arteriais;
  • - cuidados com sondas, ostomias e cateteres;
  • - tratamento de lesões do diabetes, retirada de pontos, cuidados com escaras e úlceras;
  • - acompanhamento com foco na evolução clínica da ferida;
  • - tratamento e curativo de feridas diversas.

Através do 71 3622-7555 agende seu atendimento e faça seu acompanhamento com qualidade e segurança.

Regulamento Sorteio Check up Novembro Azul

terça, 03 de novembro de 2020

 

- A premiação do sorteio será 1 (um) CHECK UP NOVEMBRO AZUL oferecido pela Santa Helena;

- O Check up Novembro Azul contempla:

CONSULTA (consulta com médico urologista, exame de toque retal);

EXAMES DE LABORATÓRIO (hemograma completo, colesterol total e frações, triglicérides, glicemia, creatinina, ureia serica, ac. urico serico, gama GT, PSA total, TGO, TGP, TSH, sumário de urina).

- Serão válidos os comentários postados do dia 03/11/2020 até 12/11/2020 às 23:59. O resultado será divulgado 13/10/2020 até às 18h nos stories do Instagram da página do Grupo SH Brasil. Será feito contato com a pessoa sorteada na própria plataforma do Instagram. A ganhadora terá até 24h para responder, caso não haja resposta no período estipulado sortearemos outra pessoa.

- Para participar é necessário seguir as regras acima descritas e contidas neste regulamento, respeitando todos os itens, sujeito a desclassificação.

- O Check up Novembro Azul é válido para HOMENS maiores de 18 anos;

- O Check up Novembro Azul deverá ser realizado nas Unidades Santa Helena em Camaçari, Salvador, Candeias ou Dias d'Ávila nos seus respectivos horário de atendimento;

- A Santa Helena não se responsabiliza pelo deslocamento para realização do Check up Novembro Azul;

- O Check up Novembro Azul será agendado pela Santa Helena em acordo com o ganhador e é válido para ser realizado apenas no mês de Novembro;

- O Check up Novembro Azul pode ser repassado para outra pessoa uma vez que esta também esteja conforme características descritas neste do regulamento.

- O prêmio não poderá ser trocado pelo valor relativo em dinheiro e nem um outro procedimento que não esteja no pacote descrito;

- Este sorteio tem caráter exclusivamente promocional e não implica qualquer modalidade de pagamento por parte dos participantes, não sendo, portanto, necessária a aquisição de nenhum produto, bem ou serviço.

- Os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento do sorteio e de suas condições, que estão à disposição nesta publicação e no site do Grupo SH Brasil.

NOTA DE ESCLARECIMENTO FAKE NEWS

sábado, 21 de março de 2020

Hospital Santa Helena e Coordenação de Vigilância Epidemiológica de Camaçari esclarecem que primeiro caso do município positivo para Covid-19 não foi notificado pelo Grupo SH Brasil.

 

 

É falsa a notícia divulgada que o primeiro caso confirmado em Camaçari, na sexta feira, 20/03, para Covid-19, foi identificado no Hospital Santa Helena. A enfermeira Ana Paula Nogueira, coordenadora de Vigilância Epidemiológica de Camaçari, atesta que o caso de contaminação confirmado em Camaçari não foi notificado pelo hospital. “Nenhum caso do Hospital Santa Helena foi positivo até essa sexta-feira. As informações divulgadas pela mídia local não procedem, são inverdades, fake news”. O gerente médico e responsável técnico do Hospital Santa Helena e Emergência Santa Helena, em Camaçari, unidades que integram o sistema de atendimento do Grupo SH Brasil, Dr. Conrado Rios (Cremeb 14686), diz que o Hospital apresentou 19 casos para investigação e confirma que nenhum deu positivo para o Covid-19. “Temos compromisso com a verdade e com nossos pacientes, fake news é uma grande irresponsabilidade, não é hora de fazer isso. Nós, profissionais da área de saúde, estamos nos esforçando ao máximo e nos preparando para acolher os pacientes da melhor forma possível e trazer alento para eles”, declara. 

 

Assessoria de Comunicação

Grupo SH Brasil

Há 30 anos cuidando da saúde das pessoas.

sexta, 18 de outubro de 2019

No decorrer de três décadas de história cuidando da saúde das pessoas, foi preciso muita dedicação e propósito para persistir, habilidade para inovar e humildade para reconhecer que não estamos sozinhos nesta viagem.

Cada passo de crescimento e conquistas foi firmado pela habilidade e dedicação da nossa equipe médica, profissionais de saúde, colaboradores, compromisso e desempenho dos nossos parceiros e pela confiança depositada em nós pelos nossos clientes. Sabemos o valor de cada elo construído ao longo desses 30 anos de história.

Percorremos esse caminho superando obstáculos, desbravando  as fronteiras da inovação e acreditando no potencial de cada pessoa para oferecer o que há de melhor no cuidado com a saúde, essa é a nossa maior bagagem, nossa vivência, o combustível que nos faz existir crescendo. Vamos prosseguir semeando o respeito, a transparência e humanidade, compartilhando momentos felizes e pleiteando novos desafios.

 

Obrigado por fazer parte da nossa história.