blog facebook WhatsApp
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Saúde mental e o enfrentamento de dificuldades sociais.

segunda, 14 de fevereiro de 2022

Problemas relacionados à saúde mental não são apenas uma questão de saúde em si, pois abrangem outras dimensões de desenvolvimento, sobretudo no aspecto social.

Conforme apontado por especialistas, as vulnerabilidades sociais, o isolamento e os relacionamentos interpessoais possuem uma relação bastante estreita com a saúde mental, especialmente entre os adolescentes e jovens.

Desse modo, pode-se afirmar que a falta de acesso à educação, moradia, alimentação, entre outros, tendem a gerar transtornos mentais como ansiedade e depressão que, consequentemente, acentuam ainda mais as dificuldades sociais, gerando uma espiral de sofrimento.

Além disso, adolescentes que vivem num meio de exclusão social em que são vítimas de bullying tendem a ser ainda mais propensos a desenvolver problemas de saúde mental.

Confira neste artigo como os cuidados com a saúde mental são importantes durante a adolescência e de que forma identificar o problema.

Situações de risco para o desenvolvimento de transtornos mentais

Os hábitos sociais e emocionais desenvolvidos durante a adolescência são cruciais para o bem-estar e a saúde mental. Por isso, jovens que possuem padrões saudáveis de sono, alimentação, atividades físicas e sociabilidade têm menos chances de desenvolver transtornos.

Além disso, ambientes de apoio como família, escola e comunidade também formam uma base que contribui para a saúde em geral, mas sobretudo aquela relacionada aos sentimentos e emoções.

Do contrário, quanto mais exposto a fatores de risco, maior é a chance de um adolescente desenvolver transtornos de ansiedade e depressão, entre outros.

A seguir, listamos os principais fatores de risco que podem aumentar a chance de problemas de saúde mental, especialmente entre os adolescentes

  • - conflitos familiares;
  • desemprego;
  • busca por mais autonomia;
  • alta exposição ao estresse;
  • envolvimento com álcool e drogas;
  • exploração da identidade sexual;
  • ausência de qualidade de vida familiar;
  • problemas de relacionamento na família ou escola;
  • pressão para adequar-se a comportamentos e grupos;
  • uso excessivo de eletrônicos e acesso à tecnologia;
  • exposição à violência e bullying;
  • influência da mídia sobre posição social, padrões estéticos e diferenças de gênero.

Nesse sentido, alguns adolescentes estão em maior risco de desenvolver problemas de saúde mental por conta das condições de vida, além de falta de acesso a serviços de apoio: aqueles que vivem em ambientes mais fragilizados, sob crises humanitárias, os que possuem algum tipo de doença crônica onde o tratamento é dificultado, os que fazem parte de minorias étnicas, órfãos, adolescentes grávidas sem apoio ou condição financeira, entre outros.

Sinais de que a saúde mental pode estar abalada

Existem alguns sinais e sintomas característicos que podem indicar a presença de um transtorno mental. Em geral, eles são muito semelhantes entre adultos e jovens, mas podem ser mais difíceis serem reconhecidos. Por isso, a atenção devem ser redobrada quando surgirem as seguintes manifestações

  • insônia;
  • tristeza constante;
  • humor deprimido;
  • ideação suicida;
  • isolamento social;
  • queda repentina no desempenho escolar
  • agressividade e irritabilidade sem causa aparente;
  • falta de motivação ou desinteresse pela vida e o futuro.

Como prevenir e tratar o problema?

Atender às necessidades de adolescentes com condições de risco para problemas de saúde mental é uma questão de saúde pública, e precisa ser encarado como responsabilidade não somente dos pais, mas de professores e demais pessoas envolvidas no círculo social.

Portanto, o primeiro passo é reconhecer a vulnerabilidade e a predisposição ao problema, e buscar ajuda profissional. As famílias devem ser orientadas para criar um ambiente mais saudável, a fim de evitar condições negativas para a saúde mental do adolescente.

Aliás, a conscientização é um dos pontos cruciais para o sucesso no tratamento e recuperação dos sintomas e para a redução dos riscos que envolvem esse tipo de transtorno.

Existem atualmente alternativas para promover a estabilidade emocional e psíquica de quem procura por ajuda profissional. Dessa forma, o quanto antes essa ajuda for buscada, mais rápido será encontrada uma solução para recuperação do bem-estar e da qualidade vida.

Notícias recentes
Doenças do coração: conheça os diferentes tipos. Sabia que existem diversos tipos de doenças do coração? Conheça mais sobre elas! Saiba mais...
Os benefícios da fisioterapia no tratamento de dores. Conheça os benefícios da fisioterapia e como ela atua no tratamento de diversos tipos de dores. Saiba mais...
Saúde íntima e reprodutiva da mulher: quais cuidados são essenciais? Saiba como proteger sua saúde íntima e reprodutiva e prevenir o surgimento de doenças que podem comprometer a fertilidade. Saiba mais...
Saúde mental e o enfrentamento de dificuldades sociais. Entenda como os fatores sociais impactam na saúde mental, especialmente entre os adolescentes. Saiba mais...
A importância do autocuidado e os benefícios de investir nesta prática. Saiba mais sobre o que é e como praticar o autocuidado e confira tudo que ele pode fazer pela sua saúde. Saiba mais...
Desvio de septo nasal e a dificuldade para respirar. A cirurgia é o único tratamento definitivo para o desvio de septo. Medicamentos e lavagens nasais são indicados para aliviar os sintomas. Saiba mais...
Aleitamento materno e as questões que envolvem essa jornada. Saiba mais sobre os benefícios do aleitamento materno, que deve ser exclusivo até os seis meses de vida do bebê. Saiba mais...
Transtorno de Déficit de Atenção: o que é e como diagnosticar? Saiba mais sobre o Transtorno de Déficit de Atenção (TDA) e qual a importância do diagnóstico e do acompanhamento adequados. Saiba mais...
Check-up cardiológico: porque é importante e quando fazer. Veja qual a importância de checar a saúde do coração e os exames que devem ser feitos em um check-up cardiológico. Saiba mais...
Doenças do aparelho digestivo: como fazer o diagnóstico? Endoscopia e colonoscopia são exames essenciais para o diagnóstico precoce de doenças do aparelho digestivo. Saiba mais...
Cólicas na gravidez: por que elas acontecem? Em casos de cólicas na gravidez persistentes, o ginecologista e obstetra deve ser consultado. Saiba mais...
6 dicas para curtir o verão com saúde. Veja porque é importante manter os cuidados com a saúde no verão e quais as formas de se proteger. Saiba mais...
Espirometria: importância da análise respiratória completa Veja como o exame de espirometria é importante e quando ele deve ser realizado de forma preventiva. Saiba mais...
Janeiro Branco: como promover a saúde mental dentro das empresas? Entenda a importância da campanha "Janeiro Branco" na promoção da saúde mental dentro do ambiente de trabalho. Saiba mais...
Dia Mundial do Diabetes: um alerta para a prevenção e controle da doença. Saiba como o diabetes pode afetar seriamente sua saúde e conheça as principais formas de prevenção e controle da doença que atinge milhões de pessoas. Saiba mais...
Febre: o que ela pode indicar e quando procurar ajuda? A febre pode ser sintoma de diversas doenças e costuma sinalizar infecções. Mas afinal, quando procurar um médico? Saiba mais...
Cálculo Renal: o que é e como tratar as pedras nos rins? Saiba mais sobre o cálculo renal, suas causas, como prevenir e tratar o problema. Saiba mais...
Saúde do Homem: campanha Novembro Azul e o foco na prevenção. A saúde do homem está em foco. Você sabia que um em cada seis homens brasileiros será diagnosticado com câncer de próstata? Saiba mais...
Saiba como aproveitar os benefícios dos grãos e sementes na alimentação. Veja como incluir grãos e sementes na sua dieta e aproveite todos os benefícios desses alimentos. Saiba mais...
Acne: o que causa e como evitá-las? Entenda as principais causas da acne e quais os cuidados necessários para evitar seu aparecimento. Saiba mais...