Área do Cliente
Cliente Empresa
Corpo Clínico blog facebook
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Saúde da mulher trabalhadora: como prevenir as principais doenças que acometem este público.

terça, 27 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher foi criado em 1910 para fortalecer a exigência de melhores condições de trabalho e direito ao voto. De lá pra cá a sociedade evoluiu muito nestes quesitos, mas ainda há um longo caminho pela frente, sobretudo na questão trabalhista.

Para se ter uma ideia, os salários continuam mais baixos para grande parte das mulheres em cargos idênticos aos seus colegas. Os cargos de chefia ainda são, em sua maioria, dominados por homens. As horas com tarefas domésticas ainda recaem na maior parte para as mulheres. Isso tudo levando em conta que a qualificação das mulheres é igual ou superior a dos homens nas mesmas carreiras e que elas são maioria em universidades e cursos de qualificação.

Toda essa pressão e falta de oportunidades igualitárias afeta diretamente a saúde feminina, que já possui particularidades em função da estrutura corporal e das mudanças que ocorrem na vida da mulher, como menstruação, gravidez e menopausa. Por isso, é extremamente necessário cuidar da saúde física e mental. Confira as principais doenças que acometem as mulheres:

Doenças emocionais

A pressão por crescimento profissional, por  conseguir conciliar trabalho e família, por ficar dentro de padrões de beleza, e tantas outras cobranças, acaba afetando mais a saúde mental de mulheres do que de homens. Depressão, pânico, fobias, insônia, estresse e problemas alimentares são alguns dos problemas que podem surgir.

Vale lembrar que muitas dessas doenças podem ser somatizadas e levar a outros problemas. Por isso é muito importante que a mulher invista em um tempo para si, faça atividades físicas, divida as tarefas domésticas com o companheiro e priorize o seu bem-estar.

Câncer de mama

O câncer de mama é o tipo mais comum em mulheres e o que mais mata (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). A idade correta para a prevenção tem gerado discussão na classe médica. O Ministério da Saúde orienta que as mulheres façam a mamografia a cada dois anos, a partir dos 50 anos. Porém, é importante informar o médico sobre casos na família e estilo de vida, assim ele poderá verificar se o exame deve ser feito antes e com mais frequência.

HPV e câncer de colo do útero

O HPV, ou Vírus do Papiloma Humano, se instala na pele ou em mucosas após transmissão sexual e é o causador do câncer de colo do útero. É uma das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) mais comuns e causa o aparecimento de verrugas em várias partes da região genital. É diagnosticado no exame preventivo conhecido como Papanicolau. Mulheres não infectadas devem usar preservativos ou tomar a vacina - recomendada no início da puberdade - para que tenha melhor resposta imunológica.

Osteoporose

A osteoporose causa redução da massa óssea, fazendo com que os ossos se tornem mais frágeis. As mulheres são mais suscetíveis do que os homens a sofrer da doença, principalmente após a menopausa, porque os níveis de estrogênio (hormônio responsável pela fixação do cálcio) ficam bastante baixos nessa fase. É uma doença silenciosa, que pode não apresentar nenhum sinal antes da primeira fratura.

Manter uma dieta rica em cálcio, praticar atividade física regularmente, tomar sol e evitar o uso de álcool e cigarro são algumas atitudes que podem ajudar na prevenção da doença.

Varizes

A variz é uma doença vascular onde as veias do corpo humano, geralmente das pernas, se dilatam causando inflamações, dores e inchaços. É mais comum entre o público feminino por conta do uso de anticoncepcionais e da gravidez, que contribuem com o seu surgimento.

Endometriose

O corpo feminino possui o endométrio, uma camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação. Em muitas mulheres é comum ocorrer presença de endométrio em locais fora do útero, ocasionando a endometriose. Afeta mulheres em idade reprodutiva - estima-se que cerca de 6 milhões de brasileiras possuem o problema, podendo causar dores, infertilidade e afetar outros órgãos.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Notícias recentes
Nova versão do Manual de Orientação do eSocial – MOS A nova versão do Manual de Orientação do eSocial foi publicada recentemente... Saiba mais...
Descubra o que é e para que serve a norma regulamentadora NR7. Conheça a Norma Regulamentadora NR 7 e o PCMSO. Entenda melhor como elas podem te ajudar... Saiba mais...
Entenda a importância da Higiene Ocupacional. Higiene ocupacional e sua importância, saiba quais são as etapas da implantação do Programa de Higiene do Trabalho... Saiba mais...
Doenças de verão e os principais cuidados nessa época do ano. Antes de sair e aproveitar o calor escaldante, saiba como se prevenir contra as principais doenças de verão... Saiba mais...
Gestação no ambiente de trabalho: riscos e cuidados. A gestação no ambiente de trabalho demanda cuidados especiais, um ambiente e atividades laborais seguras... Saiba mais...
Informações obrigatórias e não obrigatórias para o eSocial. Saiba quais informações devem constar obrigatoriamente no eSocial e quais as sua empresa não precisa declarar... Saiba mais...
Doenças respiratórias: como prevenir e tratar. As doenças respiratórias crônicas atingem milhares de pessoas, entenda a importância do tratamento continuado... Saiba mais...
Saiba como o eSocial promove a integração entre as áreas profissionais. Será preciso trabalhar de forma conjunta, gerando assim maior integração entre profissionais de diversas áreas... Saiba mais...
Dor Neuropática e seus desdobramentos. A dor neuropática faz parte do rol de dores crônicas. Seu diagnóstico é difícil, pois métodos e exames convencionais podem não detectá-la... Saiba mais...
NR 6: a importância do EPI no ambiente laboral. Os EPIs são as ferramentas de trabalho que servem para a proteção e prevenção de acidentes laborais... Saiba mais...
Indicadores empresariais em saúde ocupacional. Entenda o que são os indicadores empresariais e a importância de uma gestão adequada... Saiba mais...
Novembro azul: confira algumas dicas de como prevenir o câncer de próstata. O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os brasileiros... Saiba mais...
Cirurgia de mão: saiba mais sobre esta especialidade. Veja como a cirurgia de mão se tornou uma especialidade clínica e quando ela é recomendada... Saiba mais...
Processos de gestão da segurança do trabalho em eletricidade. A gestão da segurança do trabalho em eletricidade requer uma atenção especial, com processos e cuidados ... Saiba mais...
Segurança e saúde do trabalhador em pequenas e microempresas. A segurança e a saúde dentro das pequenas e microempresas é algo que requer bastante atenção... Saiba mais...
Saiba porque a oncologia é uma das áreas mais importantes da medicina atualmente. A Oncologia é uma especialidade médica que estuda e trata o câncer e os tumores... Saiba mais...
Conheça a NR 05 e saiba mais sobre as suas atribuições. A Norma Regulamentadora 5 trata da aplicação de condutas para a prevenção de acidentes no trabalho... Saiba mais...
Dermatose ocupacional: causas e consequências. Veja por que a dermatose ocupacional é causadora de uma série de problemas no trabalho... Saiba mais...
Doenças crônicas e a importância do tratamento continuado. Entenda mais sobre doenças crônicas e o porquê do tratamento continuado ser fundamental nesse casos... Saiba mais...
eSocial e as rotinas de segurança e saúde no trabalho. As informações precisam ser observadas cuidadosamente pelo empregador durante o envio por meio do eSocial... Saiba mais...