Área do Cliente
Cliente Empresa
Corpo Clínico blog facebook
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Saiba a diferença entre acidente e incidente de trabalho.

terça, 24 de julho de 2018

Cada vez mais, temas relacionados com Saúde e Segurança no trabalho vêm se tornando populares. Em toda parte do mundo há amplas discussões no que diz respeito à integridade física e psicológica de funcionários. Por isso, é tão importante conhecer profundamente a diferença entre acidente e incidente de trabalho.

 

Do ponto de vista jurídico, incidente é toda e qualquer ocorrência não planejada ou prevista, no trabalho ou em decorrência do mesmo. Isto é, a diferença entre acidente e incidente dependerá da ocorrência de lesões físicas ou psicológicas, que tenha como consequência a redução da força de trabalho, impedindo de forma temporária ou permanente a realização de atividades laborais, em decorrência do ocorrido.

No caso, um incidente por levar a um acidente, ou apenas prejudicar a realização da atividade, com ou sem danos materiais. 

Para que a diferença entre acidente e incidente de trabalho possa ser mais bem percebida e interpretada, listamos uma análise comparativa, para que seja mais fácil compreender essas particularidades e quais as medidas operacionais em decorrência desses eventos.

Diferença entre acidente e incidente de trabalho:

Em termos semânticos

Em termos semânticos, a diferença entre acidente e incidente de trabalho, é bem clara: incidente é um evento não previsto, que causa transtornos, sem grandes consequências, normalmente sem danos, ou com danos meramente materiais. Incidentes podem vir a provocar acidentes. 

Em termos burocráticos

Nesse caso, a diferença entre acidente e incidente de trabalho, é que incidentes provocam apenas prejuízos e perdas materiais ou imateriais, como o tempo. Já um acidente envolve lesões físicas e mentais, podendo ou não serem permanentes.

Acidentes devem ser relatados através do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) à Previdência Social, pelos responsáveis pela segurança no trabalho ou área de recursos humanos, representante legal ou pelo próprio trabalhador. 

Em termos de gravidade

O empregador tem responsabilidade sobre os funcionários, assim em caso de acidentes com lesões, será igualmente responsabilizado. O funcionário estará sempre amparado pela Previdência Social, sendo o acidente culposo ou doloso, no caso de haver culpa por parte do empregador que assume o risco de acidente ou risco de matar. 

Em caso de dolo ou culpa do empregador, esse deverá pagar multas e indenizações pelos danos causados. São considerados acidentes de trabalho:

doença provocada em decorrência de certas atividades laborais, relativa ao tipo de trabalho;

-  acidente típico, que ocorre diretamente pelo exercício do trabalho;

acidentes de deslocamento, isto é, no percurso entre casa-empresa-casa, ou durante o trânsito em viagens de trabalho.

Em caso de morte

Se constatado dolo ou culpa por parte do empregador, em caso de morte ele deverá arcar com todas as despesas de sepultamento, pensão para menores de idade e inválidos, e viúva, se houver, dependendo do caso em regime vitalício ou até que os menores alcancem a maioridade legal. A morte deverá ser comunicada no mesmo dia através da CAT.

Afastamento ou aposentadoria por invalidez

Afastamentos de até 15 dias são responsabilidade do empregador e caso dure mais tempo, os valores são assumidos pelo INSS, após perícia. 

É muito importante conhecer a diferença entre acidente e incidente no trabalho, prevenir, e cumprir toda a legislação vigente e regulamentada de acordo com a Lei n° 8.213/1991.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552 

Notícias recentes
Gestação no ambiente de trabalho: riscos e cuidados. A gestação no ambiente de trabalho demanda cuidados especiais, um ambiente e atividades laborais seguras... Saiba mais...
Informações obrigatórias e não obrigatórias para o eSocial. Saiba quais informações devem constar obrigatoriamente no eSocial e quais as sua empresa não precisa declarar... Saiba mais...
Doenças respiratórias: como prevenir e tratar. As doenças respiratórias crônicas atingem milhares de pessoas, entenda a importância do tratamento continuado... Saiba mais...
Saiba como o eSocial promove a integração entre as áreas profissionais. Será preciso trabalhar de forma conjunta, gerando assim maior integração entre profissionais de diversas áreas... Saiba mais...
Dor Neuropática e seus desdobramentos. A dor neuropática faz parte do rol de dores crônicas. Seu diagnóstico é difícil, pois métodos e exames convencionais podem não detectá-la... Saiba mais...
NR 6: a importância do EPI no ambiente laboral. Os EPIs são as ferramentas de trabalho que servem para a proteção e prevenção de acidentes laborais... Saiba mais...
Indicadores empresariais em saúde ocupacional. Entenda o que são os indicadores empresariais e a importância de uma gestão adequada... Saiba mais...
Novembro azul: confira algumas dicas de como prevenir o câncer de próstata. O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os brasileiros... Saiba mais...
Cirurgia de mão: saiba mais sobre esta especialidade. Veja como a cirurgia de mão se tornou uma especialidade clínica e quando ela é recomendada... Saiba mais...
Processos de gestão da segurança do trabalho em eletricidade. A gestão da segurança do trabalho em eletricidade requer uma atenção especial, com processos e cuidados ... Saiba mais...
Segurança e saúde do trabalhador em pequenas e microempresas. A segurança e a saúde dentro das pequenas e microempresas é algo que requer bastante atenção... Saiba mais...
Saiba porque a oncologia é uma das áreas mais importantes da medicina atualmente. A Oncologia é uma especialidade médica que estuda e trata o câncer e os tumores... Saiba mais...
Conheça a NR 05 e saiba mais sobre as suas atribuições. A Norma Regulamentadora 5 trata da aplicação de condutas para a prevenção de acidentes no trabalho... Saiba mais...
Dermatose ocupacional: causas e consequências. Veja por que a dermatose ocupacional é causadora de uma série de problemas no trabalho... Saiba mais...
Doenças crônicas e a importância do tratamento continuado. Entenda mais sobre doenças crônicas e o porquê do tratamento continuado ser fundamental nesse casos... Saiba mais...
eSocial e as rotinas de segurança e saúde no trabalho. As informações precisam ser observadas cuidadosamente pelo empregador durante o envio por meio do eSocial... Saiba mais...
Norma Regulamentadora NR4: impactos no setor de engenharia. A NR4 exige a implantação do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho... Saiba mais...
Problemas auditivos: como identificar e prevenir? Existem diversos tipos de problemas auditivos, que podem ir do mais leve grau de surdez à perda total da audição... Saiba mais...
Saiba mais sobre o Plano de Atendimento à Emergência (PAE) O PAE é um plano elaborado para determinar as devidas prevenções de emergências em empresas públicas ou privadas... Saiba mais...
Saiba a diferença entre acidente e incidente de trabalho. Do ponto de vista jurídico, incidente é toda e qualquer ocorrência não planejada ou prevista... Saiba mais...