Área do Cliente
Cliente Empresa
Corpo Clínico blog facebook
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Confira as melhores dicas de como sair do sedentarismo.

quinta, 19 de abril de 2018

Um dos grandes males do século é a obesidade. Cada vez mais, nossas atividades nos exigem menos esforço físico, e muitas delas nos obrigam a ficar sentados. Tudo isso, somado à falta de qualidade na alimentação, pode ser um problema grave para a saúde. Por isso, é muito importante encontrar maneiras de sair do ócio. 

O certo é que cada vez nos movimentamos menos. Vamos de carro ou coletivo para o trabalho, optamos por elevadores e muitas vezes ficamos sentados o dia todo. Depois de um dia exaustivo, chegamos em casa e tão logo seja possível, queremos descansar. Acontece que toda essa comodidade para cumprir a rotina, muitas vezes favorece nossa inatividade física.

Para ajudar você a ter uma vida mais ativa, reunimos algumas dicas de como sair do sedentarismo, ter mais qualidade de vida e evitar diversos problemas de saúde. 

Dicas de como sair do sedentarismo: 

1) Dê preferência por fazer suas tarefas a pé

Para realizar atividades próximas, dê preferência para ir caminhando. Se você fizer essa mudança em sua rotina, já será um grande ganho, além de gastar menos gasolina e parar de viver em busca de vagas para estacionar. Menos estresse e mais qualidade de vida para seus dias.

2) Faça um check-up antes de iniciar uma atividade física

Entre as dicas de como sair do sedentarismo, está realizar exames físicos antes de escolher a atividade de sua preferência. Muitas pessoas têm problemas de saúde e desconhecem, e algumas atividades podem prejudicar ou agravar alguns problemas comuns, tais como problemas de articulação, coração e diabetes. 

3) Crie uma rotina para se exercitar

Uma das mais importantes dicas de como sair do sedentarismo, é criar uma rotina. Isso porque seu corpo irá se acostumar e também para evitar desistências. Tente não procrastinar, nem falhar nos dias que você reservar para a prática de atividades físicas. Isso fará com que seu corpo se adapte melhor e mantenha a forma. 

4) Comece devagar e mantenha o ritmo

Inicie com atividades em dias alternados, por exemplo, de duas a três vezes por semana, em ritmo leve, depois intensifique o ritmo. Isso é muito importante para que você não desgaste os músculos, nem provoque lesões. 

5) Use aplicativos para avaliar seu nível de atividade

Um recurso interessante para lembrar de manter o ritmo e também medir seu desempenho é contar com a tecnologia e usá-la a seu favor. Escolha um aplicativo adequado ao tipo de atividade que você fará para avaliar sua evolução. 

6) Desenvolva hábitos saudáveis

Aproveite a motivação e mude alguns hábitos para obter o melhor resultado possível, aliado à sua atividade física. Prefira alimentos frescos, introduza mais vegetais, prefira sucos a refrigerantes.

Se possível, prepare sua comida. Além de saber a qualidade dos ingredientes que você utiliza, você ajuda a preservar o meio-ambiente e ainda desenvolve uma outra atividade que pode trazer muito prazer. 

7) Beba água e se alimente antes e depois de atividades físicas

Beba água. Hidrate seu corpo antes, durante e depois das atividades físicas. Busque, inclusive, ingerir mais água durante o dia, para manter todas as funções fisiológicas do seu corpo em bom funcionamento. Controle seu peso para saber se está perdendo ou não muito líquido. E se as atividades forem de longa duração, faça uso de bebida isotônicas. 

Saiba que  praticar atividades físicas melhora nossa saúde em todos os aspectos, e essas dicas de como sair do sedentarismo são valiosas e fáceis de incorporar à sua vida.

A qualidade de vida vai muito além de aspectos de disposição, mas também traz melhoras e contribui com a prevenção de diversas doenças mentais causadas pela falta de substâncias produzidas pelo organismo, que dependem da prática de atividades físicas. 

Cuidar da saúde é essencial! E você? Está em dia com a sua saúde?

Marque aqui sua consulta.

Canal whtasapp: 71 99664-7555

Saiba sobre o papel da Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

terça, 17 de abril de 2018

A promoção da saúde do trabalhador é um assunto que vem sendo cada vez mais discutido e estudado, tamanha a sua importância na atualidade. Quem atua diretamente nesta área são os Médicos do Trabalho, uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e que está crescendo cada vez mais.

Para se ter uma ideia, esta é a sétima especialidade com maior número de profissionais no Brasil, segundo pesquisa do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), de 2017. Esses profissionais visam melhorar as condições de homens e mulheres em seu ambiente de trabalho, visando a prevenção de acidentes e surgimento de doenças.

Quem é Médico do Trabalho pode fazer parte da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT), a maior do gênero na América Latina. Saiba mais sobre ela e a sua importância para o desenvolvimento desta área no país:

Conheça a Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT)

A Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT) é uma sociedade civil de caráter científico e profissional sem fins lucrativos. Fundada em 1968, integra os profissionais interessados na área e coordena a sua atuação. Além de defender a saúde do colaborador como um dos pilares fundamentais, a associação tem como objetivos aprimorar a divulgação científica da área, valorizar os médicos e promover a educação continuada entre eles.

Por isso que, periodicamente, são feitos eventos para discutir os principais assuntos ligados à Medicina do Trabalho, como o Fórum Presença ANAMT,  o Congresso Nacional da ANAMT, os seminários regionais e cursos presenciais e à distância. Cada estado brasileiro conta com uma unidade da ANAMT para fortalecer os trabalhos regionalmente. A associação também atua internacionalmente, em parceria com universidades e órgãos públicos da sociedade civil em várias partes do mundo.

A associação exerce um papel fundamental na sociedade, educando a população para a necessidade da Medicina do Trabalho. Permite também que médicos associados se aperfeiçoem ainda mais na área, oferecendo ferramentas e informações relevantes que ajudam no desenvolvimento da categoria. Tudo isso resulta em melhores condições de saúde para trabalhadores de diversas áreas e melhores soluções para empresários e gestores preocupados com o bem-estar de seus funcionários.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Conciliando trabalho e maternidade – conheça dicas para saber lidar com isso da melhor forma.

quinta, 05 de abril de 2018

Um dos grandes dilemas que qualquer mulher pode enfrentar diz respeito sobre como conciliar trabalho e maternidade. Sendo o desejo de quase a totalidade de mulheres, muitas delas precisam refletir sobre a hora certa para encarar a maternidade e, principalmente, lidar com uma dualidade: dividir-se entre a criança e as atividades do trabalho. 

Inicialmente a mulher precisa refletir de forma a ponderar qual o melhor momento da carreira e se está pronta para conciliar trabalho e maternidade. Mesmo quando a gestação é planejada, essa é uma decisão com muitos impactos na vida da mulher. Principalmente porque o bebê, além de depender da mãe para sobreviver desde o ventre até os primeiros anos de vida, é ela quem é demandada, de forma constante pela criança que recorre à mãe em primeiro plano, a atender suas necessidades. 

Mesmo que o pai seja presente e acompanhe a mãe, além de encarregar-se do filho durante seus primeiros meses, o bebê irá demandar amamentação. O vínculo e o impacto para a mulher é infinitamente superior do que ao homem, evidentemente. Com certeza romper o vínculo de convivência permanente entre a mãe e o bebê após os meses de gestação e licença é uma das grandes causas de pedidos de demissão por parte da mulher, por reconhecer ou desejar estar mais próxima à criança.

Toda mulher enfrenta o medo e a culpa quando se trata de maternidade. Muitas dúvidas passam pela cabeça de uma mulher, questões sobre orçamento, o remorso de não se dedicar integralmente ao filho, a dor de perder momentos importantes do crescimento da criança. Não é uma tarefa fácil conciliar trabalho e maternidade, de fato, mas é necessário e saudável.

Confira agora algumas dicas sobre como conciliar trabalho e maternidade e tire o melhor proveito desse momento:

- Como conciliar trabalho e maternidade?

Não existe o melhor momento. Muitas gestações não são planejadas, mas muitas outras são muito esperadas. Dê prioridade para viver esse momento. Não se culpe e saiba que todas as mulheres têm direito a vivenciar essa experiência. Seu trabalho irá esperar, e se não esperar, você encontrará outro melhor e mais adequado ao momento que está vivendo. Tenha paciência para que a mãe floresça em você. Nenhuma mulher nasce pronta para a maternidade, mas esse processo irá prepará-la para tudo o que for necessário. 

- Qualidade dos momentos junto com seu filho

Quando estiver com seu filho, esteja presente e viva tudo intensamente. Não adianta estar com a criança pensando em trabalho ou com outras preocupações. Aproveite o tempo que dedica a seu filho. Cada momento é único e ficará registrado em vossas memórias. O principal não é como conciliar o trabalho com a maternidade, mas saber que o tempo que você dedica a seu filho é precioso e deve ser desfrutado sem ressalvas. 

- Frustrações e limitações

Todos nós precisamos aprender a lidar com frustrações e limitações. Dividir seu tempo entre ser mãe e profissional irá exigir que você também aprenda a lidar com frustração e limitação, assim como sua criança também entenderá que irá enfrentar ao longo da vida situações assim. Mais importante do que saber como conciliar trabalho e maternidade, será lidar com os impeditivos da vida, que valem para todos nós.

- Reserve momentos apenas para vocês

O tempo é algo irrecuperável. Isso significa que todo o tempo que você passar ou deixar de passar com seu filho, será único. Por isso, reservar momentos para estar com seu filho deve ser prioridade. Tempo para ajudar nas lições, tempo para brincar, para ajudar com as tarefas diárias, tempo para sair e se divertir, tempo para você.

O tempo dedicado a essa relação é precioso e será responsável por trazer a sensação de que tudo está sendo feito de forma intensa, sem culpa pelo tempo que se dedica ao trabalho. Porque você prioriza e vive intensamente os momentos que está com seu filho. Assim você sempre saberá como conciliar trabalho e maternidade, sem prejuízos.

- Quando estiver no trabalho, priorize o trabalho

Esteja focada quando estiver no trabalho. Desse modo irá realizar suas atividades de forma mais efetiva, evitando retrabalho e concluindo tudo dentro do seu período de atividades. Fazer horas extras pode ser algo eventual, mas para se manter presente é importante evitar essa prática, assim tanto seu gestor quanto sua família saberão que podem contar com você quando é necessário. 

- Seja simplesmente mãe

Não existe faculdade para a maternidade. Então cada mãe terá seu próprio método para aprender como conciliar trabalho e maternidade. Mas mais do que isso, seja simplesmente mãe. Não exija perfeição de si mesmo, aprenda com cada situação, mostre a seu filho que você também está passando por tudo aquilo pela primeira vez. Com calma e confiança vocês encontrarão o melhor modo e saberão como viver essa experiência única e incrível.

Milhares de mulheres sabem como conciliar trabalho e maternidade, troque experiência com outras mulheres em situação similar e saiba que você pode viver ambas experiências, sem sofrimento e com qualidade de vida. Isso vai requerer um pouco de esforço, mas quando se trata de mulheres isso é totalmente possível. 

Principais aspectos da Norma Regulamentadora nº 02 (NR 02)

terça, 03 de abril de 2018

As Normas Regulamentadoras (NR) relativas à segurança e medicina do trabalho devem ser seguidas, obrigatoriamente, por todas as empresas que possuem empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No total são 36 normas aprovadas, cada uma com um direcionamento específico. Nesta série especial de posts já tratamos sobre a Norma Regulamentadora (NR) 01. Agora, você saberá o que consta na sequência. Confira quais os principais aspectos da NR 02:

O que consta na Norma Regulamentadora (NR) 02

A NR 02 trata da Inspeção Prévia de todo estabelecimento. O texto explica que, antes de iniciar as suas atividades, o local deve solicitar aprovação de suas instalações no órgão regional do Ministério do Trabalho (MTb). Após isso, é emitido um Certificado de Aprovação de Instalações (CAI) conforme modelo publicado aqui.

No caso de não ser possível realizar a inspeção prévia antes de o estabelecimento iniciar as suas atividades, a empresa pode encaminhar uma declaração das instalações do estabelecimento novo ao órgão regional do MTb (o modelo pode ser acessado aqui). Dessa forma, o órgão poderá aceitar essa declaração para fins de fiscalização.

Na sequência, a NR 02 explica que a empresa deverá comunicar e solicitar a aprovação do órgão regional do MTb, quando ocorrer modificações substanciais nas instalações e/ou nos equipamentos de seu(s) estabelecimento(s). Já os projetos de construção e respectivas instalações não precisam ser submetidos à apreciação prévia do órgão regional do MTb, ficando a cargo da empresa definir.

A norma lembra ainda que a inspeção prévia e a declaração de instalações asseguram que o novo estabelecimento inicie suas atividades livre de riscos de acidentes e/ou de doenças do trabalho.

O estabelecimento que não atender ao disposto nos itens que tratam desses assuntos fica sujeito ao impedimento de seu funcionamento, conforme estabelece o art. 160 da CLT, até que seja cumprida a exigência deste artigo.

A NR 02 é apenas uma parte das Normas Regulamentadoras - imprescindíveis para evitar acidentes de trabalho e garantir o bem-estar do funcionário. Continue acompanhando esta série de posts e conheça todas as NRs que a sua empresa precisa seguir.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Conheça as principais doenças e problemas laborais e como preveni-los.

quinta, 29 de março de 2018

Algumas situações na rotina de trabalho podem afetar a saúde do colaborador, causando afastamentos e até mesmo aposentadorias especiais. Existem aquelas que ocorrem com mais frequência em empresas ou indústrias e podem gerar muito incômodo e prejuízo. Confira as principais doenças e problemas laborais e saiba como preveni-los para manter a sua equipe sempre em segurança:

Principais doenças e problemas laborais

LER e Dort

Quando o trabalhador faz movimentos muitos repetitivos, tem esforço excessivo, postura inadequada por um longo período de tempo ou sofre de estresse, pode desenvolver uma Lesão por Esforços Repetitivos (LER) ou por Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A síndrome causa dor e inflamação em uma ou mais regiões e pode comprometer o local machucado. É comum em quem atua no computador, em linhas de montagem, em operações com britadeiras e atividades semelhantes.

Doenças psicossociais

As doenças psicossociais como depressão, ansiedade e síndrome do pânico estão entre as principais causas de afastamento do trabalho no Brasil. Elas podem ser causadas por inúmeros motivos como: intensidade no trabalho, cobrança e pressão excessiva, assédio moral ou sexual, entre outros.

Problemas de visão

Os problemas de visão acometem muitos trabalhadores, sobretudo aqueles que atuam expostos a agentes nocivos e altas temperaturas. Os casos mais graves podem levar à catarata e à cegueira.

Surdez temporária ou definitiva

Quando os ruídos são constantes no local de trabalho, o colaborador pode começar a perder a sensibilidade auditiva de forma lenta e progressiva. Essa perda pode se estender até o ponto que se torne irreversível, causando a surdez.

Asma ocupacional

A asma é a doença respiratória mais comum no ambiente de trabalho. Colaboradores que trabalham na construção civil ou que lidam com materiais como couro, algodão, madeira ou sílica podem inalar partículas nocivas à saúde. Causa tosse crônica, falta de ar, sensação de pressão no tórax, respiração ruidosa e pode ser fatal, causando paradas respiratórias e até câncer de pulmão.

Como prevenir as principais doenças e problemas laborais

Apesar de todas essas doenças e problemas laborais serem comuns, existem formas de prevenção que a sua empresa pode adotar para evitar  processos trabalhistas e outros contratempos. A prevenção é sempre a melhor opção e pode ser feita com a adoção e manutenção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e a realização de exames ocupacionais periódicos. A gestão da saúde empresarial como um todo é um dos melhores investimentos para manter o seu colaborador em segurança e a sua empresa dentro das normas.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Saúde da mulher trabalhadora: como prevenir as principais doenças que acometem este público.

terça, 27 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher foi criado em 1910 para fortalecer a exigência de melhores condições de trabalho e direito ao voto. De lá pra cá a sociedade evoluiu muito nestes quesitos, mas ainda há um longo caminho pela frente, sobretudo na questão trabalhista.

Para se ter uma ideia, os salários continuam mais baixos para grande parte das mulheres em cargos idênticos aos seus colegas. Os cargos de chefia ainda são, em sua maioria, dominados por homens. As horas com tarefas domésticas ainda recaem na maior parte para as mulheres. Isso tudo levando em conta que a qualificação das mulheres é igual ou superior a dos homens nas mesmas carreiras e que elas são maioria em universidades e cursos de qualificação.

Toda essa pressão e falta de oportunidades igualitárias afeta diretamente a saúde feminina, que já possui particularidades em função da estrutura corporal e das mudanças que ocorrem na vida da mulher, como menstruação, gravidez e menopausa. Por isso, é extremamente necessário cuidar da saúde física e mental. Confira as principais doenças que acometem as mulheres:

Doenças emocionais

A pressão por crescimento profissional, por  conseguir conciliar trabalho e família, por ficar dentro de padrões de beleza, e tantas outras cobranças, acaba afetando mais a saúde mental de mulheres do que de homens. Depressão, pânico, fobias, insônia, estresse e problemas alimentares são alguns dos problemas que podem surgir.

Vale lembrar que muitas dessas doenças podem ser somatizadas e levar a outros problemas. Por isso é muito importante que a mulher invista em um tempo para si, faça atividades físicas, divida as tarefas domésticas com o companheiro e priorize o seu bem-estar.

Câncer de mama

O câncer de mama é o tipo mais comum em mulheres e o que mais mata (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). A idade correta para a prevenção tem gerado discussão na classe médica. O Ministério da Saúde orienta que as mulheres façam a mamografia a cada dois anos, a partir dos 50 anos. Porém, é importante informar o médico sobre casos na família e estilo de vida, assim ele poderá verificar se o exame deve ser feito antes e com mais frequência.

HPV e câncer de colo do útero

O HPV, ou Vírus do Papiloma Humano, se instala na pele ou em mucosas após transmissão sexual e é o causador do câncer de colo do útero. É uma das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) mais comuns e causa o aparecimento de verrugas em várias partes da região genital. É diagnosticado no exame preventivo conhecido como Papanicolau. Mulheres não infectadas devem usar preservativos ou tomar a vacina - recomendada no início da puberdade - para que tenha melhor resposta imunológica.

Osteoporose

A osteoporose causa redução da massa óssea, fazendo com que os ossos se tornem mais frágeis. As mulheres são mais suscetíveis do que os homens a sofrer da doença, principalmente após a menopausa, porque os níveis de estrogênio (hormônio responsável pela fixação do cálcio) ficam bastante baixos nessa fase. É uma doença silenciosa, que pode não apresentar nenhum sinal antes da primeira fratura.

Manter uma dieta rica em cálcio, praticar atividade física regularmente, tomar sol e evitar o uso de álcool e cigarro são algumas atitudes que podem ajudar na prevenção da doença.

Varizes

A variz é uma doença vascular onde as veias do corpo humano, geralmente das pernas, se dilatam causando inflamações, dores e inchaços. É mais comum entre o público feminino por conta do uso de anticoncepcionais e da gravidez, que contribuem com o seu surgimento.

Endometriose

O corpo feminino possui o endométrio, uma camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação. Em muitas mulheres é comum ocorrer presença de endométrio em locais fora do útero, ocasionando a endometriose. Afeta mulheres em idade reprodutiva - estima-se que cerca de 6 milhões de brasileiras possuem o problema, podendo causar dores, infertilidade e afetar outros órgãos.

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Conheça os benefícios de uma alimentação de qualidade no local de trabalho.

quinta, 15 de março de 2018

Uma alimentação saudável é a base para uma vida com qualidade e saúde. O mais difícil é manter uma alimentação saudável devido às rotinas de trabalho, ambiente no qual permanecemos por mais de 8 horas. Por isso é muito importante que as empresas ofereçam uma alimentação de qualidade no local de trabalho, entendendo os benefícios e vantagens dessa ação como estratégica e vital para a qualidade de vida no ambiente laboral.

É importante saber que é possível e totalmente viável oferecer uma alimentação de qualidade no local de trabalho, assim como orientar para que funcionários optem por alimentos com alto valor nutricional. Uma alimentação saudável garantirá melhor desempenho e mais disposição, assim como irá contribuir com a redução de taxas de abstinência e afastamentos. 

Diversas empresas têm investido em treinamentos, palestras, capacitações voltadas a informação sobre os benefícios de uma alimentação de qualidade no local de trabalho. Além disso, investem em estrutura e contam com nutricionistas que desenvolvem cardápios balanceados, assim como programas voltados à saúde e qualidade de vida. Com isso elas ganham em produtividade.

Benefícios de uma alimentação de qualidade no local de trabalho:

Mais disposição e produtividade

Uma alimentação de qualidade no local de trabalho e no dia a dia traz mais disposição e melhora a produtividade. Isso porque alimentos com grande valor nutricional combatem o radicais livres presentes e liberados no organismo. Eles são responsáveis pelo cansaço excessivo e a vulnerabilidade a doenças, além de deixar o corpo mais exposto a doenças causadas por má alimentação. Com uma alimentação de qualidade nos sentimos mais dispostos e produzimos mais. 

Aumenta a imunidade e previne doenças causadas por estresse

Legumes, frutas e verduras são ricas em vitaminas e sais minerais, uma alimentação rica nesses alimentos ajudam a melhorar a imunidade e a evitar doenças causadas pelo estresse. Alimentos cítricos são ricos em vitamina A e vitamina C que reforçam o sistema imunológico.

Digestão mais leve e mais concentração

Uma alimentação mais saudável tem menor teor de gordura e sal. Ambos contribuem para o surgimento de doenças como colesterol e prejudicam a pressão arterial. Alimentos mais nutritivos e com baixo teor de gordura ajudam na circulação do sangue, exigem uma digestão mais leve e facilitam a concentração, por melhorar a oxigenação do cérebro. 

Melhora o sono e o humor

A qualidade do sono pode ser melhorada com uma alimentação saudável e a prática de exercícios. Um sono de melhor qualidade é regenerador e ajuda a melhorar o humor, uma vez que, sem dormir bem, todas as funções do organismo ficam prejudicadas, comprometendo a saúde e a qualidade de vida dos seus colaboradores. 

As vantagens de uma alimentação de qualidade no local de trabalho são inúmeras e não se limitam às indicadas nesse artigo. Por isso é tão importante orientar o trabalhador a ter uma boa alimentação e criar um ambiente favorável à mesma. Programas que estimulam a ingestão de frutas, por exemplo, são simples para serem implantados e podem trazer resultados bastante satisfatórios para sua empresa. 

 

A sua empresa está investindo em saúde e segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Saiba como evitar falhas no e-social.

terça, 13 de março de 2018

O e-social está sendo implantado a todo o vapor e isso implica na mudança de algumas rotinas cruciais dentro de diversos departamentos de uma empresa. A começar que algumas rotinas não realizadas podem gerar multas e inconsistências no sistema. É importante conhecer as mudanças que o sistema irá acarretar e estar atento para saber como evitar falhas no e-social. 

Além de preparar a área de tecnologia, é fundamental treinar os departamentos impactados pelas mudanças, o que a longo prazo resultará na redução de burocracia e integração de informações utilizadas por órgãos distintos e diretamente envolvidos em questões trabalhistas. O departamento mais impactado será a área de Recursos Humanos e Departamento Pessoal. Isso porque nessa área se concentra grande parte das informações pertinentes ao e-social. 

Cadastro de funcionários, recolhimento de contribuições, contratos de trabalho, concessão de benefícios serão lançados no sistema e devem estar revisados para evitar erros, uma vez que, somente pessoalmente, poderão ser corrigidos. Embora esse processo seja trabalhoso e sua adaptação deva levar alguns meses, o setor deve ser bastante beneficiado com as melhorias implantadas a partir do próximo ano. 

Assim para que todos saibam como evitar falhas no e-social serão necessários treinamentos e capacitações adequadas para todos os departamentos da empresa, e foco principalmente na área de TI, que deverá manter tudo em dia para que não haja problemas com servidores nem estrutura lógica para que o sistema seja implantado. Feito isso, é fundamental que todos os colaboradores estejam igualmente cientes das mudanças acarretadas pelo novo sistema.

Saiba como evitar falhas no e-social:

1) Informe corretamente as admissões de novos colaboradores

Com a implantação do e-social, todas as informações referentes a admissão de novos colaboradores deve ser encaminhada com um dia de antecedência ao dia de início das atividades laborais dos mesmos. Não informar devidamente o início de novos funcionários acarretará em multas bastante pesadas tanto para grandes quanto para pequenas empresas.

2) Informações contratuais e cadastrais

Cabe ao empregador manter dados cadastrais e contratuais devidamente atualizados no e-social. Caso essas informações não estejam atualizadas, o empregador receberá multas por parte dos órgão reguladores. 

3) Comunicação de afastamentos temporários

Uma forma importante de evitar falhas no e-social é comunicar corretamente todos os casos de afastamentos temporários, independente do motivo, relativos ao quadro de funcionários. Além de evitar problemas no sistema, dessa forma a empresa evitará a ocorrência de multas por falta do repasse correto de informações.

4) Atestado de Saúde Ocupacional

Conforme determinado pela Norma Regulamentadora nº 7 do Ministério do Trabalho e Emprego, o repasse do atestado de saúde ocupacional (ASO) é obrigatório, e deve ser realizado em diversas situações. Caso não emita o atestado de saúde ocupacional nos casos previstos, a empresa estará sujeita a multas que variam de R$ 402,53 a R$ 4.025,33.

5) Acidentes de trabalho

É obrigação da empresa informar todo e qualquer acidente de trabalho envolvendo seus colaboradores, até um dia após o ocorrido, exceto em caso de óbito, quando deve ser informado imediatamente. Não cumprir essa regulamentação dentro do prazo previsto, irá gerar multa para a empresa pelo não cumprimento dessas normas. 

6) Exposição a riscos

Todas as informações referente a funcionários expostos a componentes químicos, físicos e biológicos ou associação de agentes que possam ser prejudiciais à saúde e integridade física dos colaboradores devem ser repassadas através do e-social, pois em alguns casos esses colaboradores podem ter direito a aposentadoria especial. É muito importante ponderar sobre como evitar falhas no e-social, principalmente nesses casos, pois as multas, de acordo com a gravidade do caso, podem variar de R$ 1.812,87 a R$ 181.284,63, conforme a situação.

Essas e outras informações estão entre os erros comuns que podem ocorrer no sistema, e por isso é de suma importância capacitar as equipes e informar como evitar falhas no e-social, que podem prejudicar e comprometer a situação legal e financeira da empresa, devido ao repasse incorreto de informações. 

Somente o treinamento pode evitar problemas com a fiscalização e criar oportunidades para seus colaboradores saberem como evitar falhas no e-social será crucial para que a empresa se mantenha em dia com a saúde e segurança de seus colaboradores.

 

A sua empresa está investindo em segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

O que o bloqueio dos nervos periféricos e pontos de gatilho faz?

sexta, 09 de março de 2018

As dores são mecanismos de defesa do nosso organismo para avisar que algo não vai bem. Porém, quando se tornam crônicas, podem prejudicar muito a qualidade de vida do indivíduo, limitando a movimentação, a agilidade, a atividade e o bem-estar.

As dores e lombalgias atingem muitos colaboradores e são causas frequentes de afastamentos no ambiente de trabalho. Quando são de origem muscular, essas dores podem ser tratadas por meio de bloqueios de nervos periféricos e pontos de gatilho. Confira neste post o que são esses problemas e os tratamentos terapêuticos mais indicados:

O que são nervos periféricos e pontos de gatilho

Os nervos periféricos integram o sistema nervoso central e são responsáveis pela parte motora e sensitiva de membros superiores e inferiores. Já os pontos de gatilho são os “nós” de tensão acentuada que causam dor em outras partes do corpo.

Tanto os nervos periféricos quanto os pontos de gatilho estão suscetíveis a lesões, fraturas, estiramento, contusões etc, de um ou mais músculos. A área torna-se mais rígida e sensível ao toque, causando crises de dor aguda ou crônicas em vários pontos do corpo, limitando o alongamento e causando fraqueza muscular.

Bloqueio de nervos periféricos e pontos de gatilho

O bloqueio de nervos periféricos e pontos de gatilho é um procedimento que busca localizar os pontos de tensão e dor e eliminá-los por meio de condutas terapêuticas, como a palpação desses locais com calma e sensibilidade para que o paciente não sinta mais dores. Depois, é possível alongar os músculos onde se encontravam os focos de dor para que eles voltem a ter sua extensão normalizada. É um procedimento manual e muito eficaz no tratamento de dores, sendo capaz de devolver o bem-estar de pacientes de qualquer idade.

Sentir dores não é algo normal, apesar de muito comum. É preciso investigar a sua origem e buscar o tratamento adequado sempre que possível. A Santa Helena oferece soluções diferentes para diversos tipos de dores. No Instituto de Ortopedia Dr. Raimundo Filho, em Camaçari, o serviço da Clínica da Dor avalia, diagnostica e trata de forma precisa e qualificada essas dores. O bloqueio de nervos periféricos e pontos de gatilho é mais um dos vários procedimentos que aliviam e tratam as dores agudas e crônicas.

Importância da atividade física para a saúde do trabalhador.

terça, 06 de março de 2018

Muito se fala sobre a importância da atividade física para a saúde e qualidade de vida, mas poucos compreendem de forma efetiva os benefícios que isso traz para sua empresa. Investir em saúde é a garantia de que seus colaboradores estarão aptos para o trabalho, reduzindo abstenções e afastamentos.

Incentivar atividades físicas traz diversos benefícios para sua empresa. Por isso é tão importante criar momentos para motivar os colaboradores a ter qualidade de vida, optar por alimentos saudáveis e promover ações que favoreçam a saúde física e mental. Isso porque as perdas com abstenções e afastamentos superam em muito o investimento em saúde laboral.

Além de fazer bem para seus colaboradores, ter uma política de gestão de pessoas, voltada para a saúde e qualidade de vida no trabalho, irá colocar você em destaque na hora de atrair talentos para sua empresa. 

Conheça mais os benefícios e a importância da atividade física para a saúde do trabalhador:

Os benefícios da ginástica laboral e a ergonomia

Um dos graves problemas que empresas enfrentam na área de saúde estão ligados a lesões por esforços repetitivos - LER'S. Uma solução viável e de baixo custo é promover momentos de ginástica laboral em grupo e pensar sobre a ergonomia dos locais de trabalho.

Pequenas mudanças podem garantir uma redução considerável em ações de longo prazo por problemas causados no ambiente de trabalho, além de reduzir o afastamento por problemas relacionados a postura e movimentos repetitivos.

Redução do estresse e mais concentração

Um poderoso remédio para a redução do estresse é a prática de exercícios físicos. Através da atividade física produzimos endorfina e serotonina, essenciais para combater o cansaço mental e o estresse, além de estimular a concentração.

Ao estimular o corpo, afastamos pensamentos nocivos que poluem nossa mente. Além disso o sono melhora, trazendo mais qualidade de vida para quem realiza atividades físicas.

Atividades em grupo geram empatia

Uma forma de gerar empatia e afinidade entre os colaboradores é através da realização de atividades recreativas, lúdicas e esportivas. Por isso é tão importante estimular a organização de campeonatos internos de futebol, gincanas, atividades externas como caminhadas, assim como incentivar a participação em eventos de corridas e afins. 

Promova exames preventivos e periódicos

Realizar exames preventivos e periódicos é fundamental para reduzir custos e ações trabalhistas. O sedentarismo prejudica a todos, e algumas atividades podem provocar lesões, assim como, algum acidente de trabalho pode vir a ocorrer. Assim podemos compreender de forma bastante clara a importância da atividade física para a saúde do trabalhador. 

Para isso é indispensável que a empresa informe e exija o uso de equipamentos de segurança, assim como deve alertar para os danos que algumas atividades podem causar. Exames periódicos podem indicar antecipadamente problemas de saúde.

Importância da atividade física para a saúde física e mental

A importância da atividade física para a saúde traz benefícios em todos os aspectos. Além de manter o condicionamento físico, contribui para amenizar problemas de depressão, ansiedade, stress, síndrome de burnout entre outros transtornos mentais causados pela deficiência na produção de substâncias químicas liberadas pelo cérebro através da prática de exercícios e estímulos físicos. 

São inúmeros os benefícios que a atividade física promove para seus colaboradores e com certeza ao estimular que tenham uma vida mais saudável, sua equipe terá um rendimento acima da média, além de se manter mais motivada no ambiente de trabalho o que contribui com o clima organizacional de forma muito positiva.

 

A sua empresa está investindo em segurança do trabalho? Quer saber mais sobre isso e como fazer para ter sucesso nessas questões?

Ligue 3622-7552

Notícias recentes
Confira as melhores dicas de como sair do sedentarismo. Um dos grandes males do século é a obesidade. Cada vez mais, nossas atividades nos exigem menos esforço físico... Saiba mais...
Saiba sobre o papel da Associação Nacional de Medicina do Trabalho. Saiba mais sobre a ANAMT e sua importância para o desenvolvimento desta área no país... Saiba mais...
Conciliando trabalho e maternidade – conheça dicas para saber lidar com isso da melhor forma. Não existe faculdade para a maternidade. Então cada mãe terá seu próprio método para aprender como conciliar... Saiba mais...
Principais aspectos da Norma Regulamentadora nº 02 (NR 02) As Normas Regulamentadoras (NR) relativas à segurança e medicina do trabalho devem ser seguidas, obrigatoriamente... Saiba mais...
Conheça as principais doenças e problemas laborais e como preveni-los. Algumas doenças e problemas laborais podem afetar a saúde do colaborador causando afastamentos e até mesmo aposentadorias especiais.., Saiba mais...
Saúde da mulher trabalhadora: como prevenir as principais doenças que acometem este público. A pressão e falta de oportunidades igualitárias afeta diretamente a saúde feminina... Saiba mais...
Saiba os benefícios da alimentação de qualidade no local de trabalho. Conheça as principais vantagens em oferecer uma alimentação de qualidade no local de trabalho... Saiba mais...
Saiba como evitar falhas no e-social. Confira algumas dicas sobre como evitar falhas no e-social e se manter com esse novo sistema... Saiba mais...