blog facebook WhatsApp
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Síndrome de Down: cuidados e desenvolvimento.

segunda, 29 de março de 2021

A Síndrome de Down ocorre a partir de uma alteração genética. Também chamada de trissomia do cromossomo 21, é causada por uma falha na divisão das células durante a formação do embrião.

Assim, portadores da síndrome, ao invés de apresentarem um par de cromossomos 21, possuem um trio. Contudo, as causas que levam a esse tipo de divisão ainda são desconhecidas, e por isso não há uma forma de evitar que a alteração dos genes ocorra.

Essa falha no cromossomo 21 faz com que as pessoas portadoras da Síndrome de Down apresentem características físicas peculiares, assim como um desenvolvimento intelectual mais lento. São elas

  • - rostos mais arredondado, orelhas pequenas e olhos oblíquos;
  • - mãos menores e dedos mais curtos, além de prega palmar única em aproximadamente metade dos casos;
  • - estatura mais baixa;
  • - diminuição do tônus muscular (hipotonia), fazendo com que o bebê seja menos rígido. Essa característica leva a problemas de deglutição e mastigação, atraso na articulação da fala. Cerca de 50% dos casos também pode apresentar problemas do coração;
  • - em alguns portadores, pode ocorrer da língua ser um pouco maior, o que junto à hipotonia faz com que o bebê mantenha a boca aberta;
  • - tendência à obesidade, diabetes e hipotireoidismo;
  • - problemas gastrointestinais em cerca de 5% dos casos;
  • - ocorrência de deficiência visual e auditiva;
  • - predisposição à infecções, sobretudo otites.

Alguns portadores da síndrome podem apresentar algum grau de instabilidade na articulação do pescoço, provocando problema nos nervos devido à compressão na medula. Portanto, bebês portadores de Síndrome de Down, em muitos casos, são mais sensíveis e exigem um cuidado redobrado ao serem manuseados.

Como diagnosticar a Síndrome de Down

Entre a 11ª e a 14ª semana da gravidez, a gestante deve realizar o ultrassom morfológico fetal, que é indicado para avaliar a translucência nucal. Esse exame pode apontar a presença da Síndrome de Down no feto. Todavia, a confirmação só é feita com a realização dos exames de amniocentese (que retira amostra do líquido amniótico) e amostragem das vilosidades coriônicas.

Após o nascimento da criança, o diagnóstico clínico é comprovado através do exame do cariótipo (estudo dos cromossomos). Por esse exame é possível também determinar o risco de recorrência da alteração em outros filhos do casal. Apesar de ser baixo, esse risco pode aumentar quando a mãe já possui idade acima dos 40 anos.

De que forma pessoas com Síndrome de Down se desenvolvem?

É muito comum que, ao receber a notícia de que seu bebê nasceu com Síndrome de Down, os pais e familiares sintam-se apreensivos. De fato, crianças com essa condição possuem necessidades especiais, sobretudo com relação à saúde e ao desenvolvimento durante a fase escolar.

Porém, é fundamental que todas as pessoas envolvidas na criação de um indivíduo com Síndrome de Down aceitem essa diferença, sabendo que a adaptação e o desenvolvimento podem ser plenos, e que pessoas com Down são totalmente capazes de viver em sociedade.

No entanto, para isso é necessário que, desde o nascimento, a criança seja estimulada para que seus potenciais sejam desenvolvidos. O empenho nessa tarefa é fundamental, mas sem deixar de levar uma vida normal, dando para a criança a atenção e o carinho que ela merece.

Assim como qualquer outro bebê, o nascido com Síndrome de Down necessita da alimentação adequada, de um ambiente acolhedor e de cuidados com a saúde. Nesse sentido, não há nada de diferente em relação aos não-portadores.

Importância do acompanhamento médico

Por conta das necessidades especiais e algumas condições de saúde específicas, bebês com Síndrome de Down devem ser acompanhados por diversos profissionais de saúde. Além das consultas com o pediatra, a fisioterapia e a fonoaudiologia também podem ser necessárias.

Com o diagnóstico precoce de alguma doença, a rapidez no tratamento pode impedir que a saúde da criança seja comprometida de forma mais séria. Por isso, a realização de exames que identifiquem a presença de anormalidades deve ser feita logo após o nascimento.

Do mesmo modo, é fundamental manter o acompanhamento médico ao longo da vida. Isso serve para avaliações mais generalistas e, principalmente, para monitorar o aparecimento de alguns fatores de risco como obesidade, por exemplo. Desse modo, um acompanhamento nutricional também é indicado, à medida que for observado um aumento de peso mais significativo.

Vale ressaltar que os cuidados com a saúde de quem possui Síndrome de Down vão mudando de acordo com a fase da vida. O mais importante é que as crianças sejam estimuladas desde cedo a superar as limitações que essa alteração genética impõe.

Aos pais, familiares e profissionais envolvidos na educação, é imprescindível compreender que limitações não são impedimentos. E apesar de terem uma necessidade permanente de atenção e cuidado, estas pessoas podem ser plenamente capacitadas ao convívio social.

Notícias recentes
Principais alergias que atingem os brasileiros. Entenda melhor o que são alergias e conheça os tipos que mais atingem os brasileiros. Saiba como se manifestam e qual o tratamento adequado. Saiba mais...
Último trimestre de gestação: o fim de uma jornada e o início de outra. Saiba mais sobre o último período de gestação, que vai do 7º ao 9º mês, e quais os primeiros cuidados após o parto. Saiba mais...
Vitaminas e suas principais fontes. Saiba mais sobre a importância das vitaminas para o bom funcionamento do organismo e quais as principais fontes para ingestão desses nutrientes. Saiba mais...
Intolerância à lactose: como conviver com o problema? Saiba mais sobre a intolerância à lactose e de que forma é possível conviver com esta condição a partir de cuidados simples com a dieta. Saiba mais...
Endometriose: como afeta a saúde da mulher? Saiba mais sobre a endometriose, seus sintomas, tratamento e como interfere na saúde e na fertilidade da mulher. Saiba mais...
Síndrome de Down: cuidados e desenvolvimento. Entenda como a Síndrome de Down ocorre e de que forma os portadores podem se desenvolver e levar uma vida normal a partir dessa condição. Saiba mais...
O que são cistos mamários e como tratá-los? Entenda mais sobre os cistos mamários, suas causas e de que forma tratar esse problema a partir do diagnóstico. Saiba mais...
Gestação: quando chegam as novidades. Veja o que esperar da gestação a partir do segundo trimestre e quais as transformações para a mãe e o bebê . Saiba mais...
Principais doenças relacionadas ao sistema urinário e como tratá-las. Saiba mais sobre como manter o bom funcionamento do sistema urinário, prevenindo e tratando as infecções e outras doenças. Saiba mais...
Mocinhos e vilões nos cuidados com a saúde do coração. Saiba a importância de manter a saúde do coração e quais elementos são favoráveis e desfavoráveis nos cuidados com este órgão vital. Saiba mais...
Síndrome de Asperger: o que é como lidar com essa condição? Saiba mais sobre as características da Síndrome de Asperger, de que forma ela se manifesta e como tratar essa condição ligada ao neurodesenvolvimento. Saiba mais...
Alimentação saudável: descubra a função de cada nutriente. Entenda como cada tipo de nutriente atua no organismo e porque manter uma alimentação saudável é fundamental para a saúde. Saiba mais...
Gestação: o desafio dos 3 primeiros meses. Saiba quais os principais desafios da gestação no período inicial e como a gestante pode se preparar para esse momento. Saiba mais...
Saúde do homem e o combate ao câncer de próstata. Saiba mais sobre a importância da prevenção do câncer de próstata para a saúde do homem e como combater esse inimigo silencioso. Saiba mais...
A dor como 5º sinal vital, abordagens e tratamento. Saiba porque a dor é vista como 5º sinal vital e a importância dessa interpretação para uma melhor abordagem clínica e tratamento. Saiba mais...
Gestação: o início de uma jornada. Ao iniciar a jornada da gestação, veja a importância de informações confiáveis e de ter um médico como parceiro nos cuidados com a mãe e o bebê. Saiba mais...
Hemodinâmica: tecnologia para diagnóstico e tratamento. Veja quais os benefícios da hemodinâmica e como essa tecnologia auxilia no diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares. Saiba mais...
Saúde da mulher: ações preventivas fazem a diferença. A atenção integral à saúde da mulher diz respeito a uma série de práticas que possibilitam condições de vida mais saudáveis. Saiba mais...
30 anos Santa Helena. Essa jornada também é sua... No decorrer de três décadas de história cuidando da saúde das pessoas, foi preciso muita dedicação e propósito... Saiba mais...
Conheça as principais doenças comuns no período do inverno. As doenças sazonais são aquelas que ocorrem todos os anos em determinadas estações do ano... Saiba mais...