Área do Cliente
Cliente Empresa
Corpo Clínico blog facebook
Central de marcação: 71 3622-7555
Vida e Saúde - Blog

Saiba porque a oncologia é uma das áreas mais importantes da medicina atualmente.

quarta, 19 de setembro de 2018

A Oncologia é uma especialidade médica que estuda e trata o câncer e os tumores, classificados como benignos ou malignos, e que podem ocorrer em diversas áreas do corpo. Atualmente, essa especialidade conta com o auxílio de outras área da medicina, como psicologia, psiquiatria, pediatria, radiologia, cirurgia e patologia, além de várias outras. Entenda melhor o que é do que trata a oncologia:

O tripé da oncologia

O tratamento oncológico é bastante individualizado, uma vez que os vários tipos de câncer se manifestam de maneira muito particular em cada paciente, pois vários são os fatores responsáveis pelo desenvolvimento de tumores. Na oncologia, os objetivos e as metas de um tratamento de câncer se baseiam em três pilares para garantir o bem-estar do paciente:

1) Cura

O primeiro passo é buscar a cura, utilizando dos tratamentos e medicações disponíveis, sempre de forma individualizada. Tratar cada caso com determinação e provocar no paciente atitudes de esperança e otimismo frente à doença, o que por vezes é o maior dos desafios. No entanto, também é preciso que médico e paciente estejam em sintonia e sejam realistas quanto às possibilidades, tanto de sucesso quanto de alguns fracassos diante do tratamento.

2) Remissão da doença 

Nos casos em que não seja de fato possível promover a cura da doença, o médico oncologista deve orientar o paciente para uma alternativa, um objetivo secundário, pensando em aumentar os níveis de bem-estar, de modo que se diminua os efeitos e sintomas do câncer, evitando internações, principalmente.

3) Cuidados paliativos e qualidade de vida 

Após todas as tentativas de cura e remissão, caso não haja sucesso no tratamento, a oncologia se utiliza de uma terceira medida, que são os cuidados paliativos e a promoção da qualidade de vida do paciente que precisará conviver com a doença, e também de sua família e pessoas próximas, que terão que conviver com esta realidade.

Medicina especializada

Profissionais especializados e qualificados além de um bom suporte médico irão trabalhar através de uma boa dose de sensibilidade e bom-senso. Médicos oncologistas devem auxiliar seus pacientes no entendimento da doença, no acompanhamento desta, e também no psicológico acima da situação, para que haja um prolongamento de vida mais adequado e tranquilo, com qualidade e sem sofrimentos.

Pensando nisso, vê-se a importância de buscar profissionais e centros oncológicos de referência. O Centro de Oncologia da Santa Helena conta com um corpo clínico preparado, especializado e qualificado para atender todas as fases do tratamento, além disso, infraestrutura e ambientação pensadas para oferecer suporte e conforto para seus pacientes.

Consultas, exames ou dúvidas? Fale conosco.

Central Whatsapp: 71 99664-7555

Notícias recentes
Dislipidemia: conheça e saiba como se prevenir Descubra o que é a dislipidemia, quais são os sintomas e como tratar dessa doença que pode ser hereditária... Saiba mais...
Dia do Enfermeiro e da Enfermagem Uma homenagem para quem exerce a arte do cuidar da nossa saúde. Saiba mais...
Entenda a importância do Programa de Conservação Auditiva – PCA. Saiba porque a sua empresa deve implantar o Programa de Conservação Auditiva... Saiba mais...
Dia do Oftalmologista Gratidão ao profissional que dedica o seu olhar para cuidar da nossa visão... Saiba mais...
Como evitar a tensão e o estresse no trabalho? A tensão e o estresse estão na rotina corporativa. No entanto, é possível evita-los e ter uma rotina mais saudável... Saiba mais...
Normas regulamentadoras: conheça a NR 8 Descubra os principais pontos da NR 8, e saiba quais são os requisitos mínimos que oferecem segurança ao trabalhador... Saiba mais...
Dia do Obstetra Orgulho por aqueles que cuidam de nós antes mesmo de nascermos... Saiba mais...
Conheça as fases do eSocial Descubra as fases do eSocial e como preparar a sua empresa para essa obrigação... Saiba mais...
A organização da empresa na realização dos exames periódicos. Descubra quais são e quais os benefícios que esses exames oferecem a sua empresa... Saiba mais...
Obesidade: Tratamento e dicas para passar por esse desafio. Descubra a importância do tratamento da obesidade e como essa doença crônica afeta a sua rotina de trabalho... Saiba mais...
Como garantir a saúde e segurança do trabalhador na sua empresa Saúde e segurança do trabalhador pode aumentar a produtividade e gerar economia para a empresa... Saiba mais...
Nova versão do Manual de Orientação do eSocial – MOS A nova versão do Manual de Orientação do eSocial foi publicada recentemente... Saiba mais...
Descubra o que é e para que serve a norma regulamentadora NR7. Conheça a Norma Regulamentadora NR 7 e o PCMSO. Entenda melhor como elas podem te ajudar... Saiba mais...
Entenda a importância da Higiene Ocupacional. Higiene ocupacional e sua importância, saiba quais são as etapas da implantação do Programa de Higiene do Trabalho... Saiba mais...
Doenças de verão e os principais cuidados nessa época do ano. Antes de sair e aproveitar o calor escaldante, saiba como se prevenir contra as principais doenças de verão... Saiba mais...
Gestação no ambiente de trabalho: riscos e cuidados. A gestação no ambiente de trabalho demanda cuidados especiais, um ambiente e atividades laborais seguras... Saiba mais...
Informações obrigatórias e não obrigatórias para o eSocial. Saiba quais informações devem constar obrigatoriamente no eSocial e quais as sua empresa não precisa declarar... Saiba mais...
Doenças respiratórias: como prevenir e tratar. As doenças respiratórias crônicas atingem milhares de pessoas, entenda a importância do tratamento continuado... Saiba mais...
Saiba como o eSocial promove a integração entre as áreas profissionais. Será preciso trabalhar de forma conjunta, gerando assim maior integração entre profissionais de diversas áreas... Saiba mais...
Dor Neuropática e seus desdobramentos. A dor neuropática faz parte do rol de dores crônicas. Seu diagnóstico é difícil, pois métodos e exames convencionais podem não detectá-la... Saiba mais...